Dona das Coisinhas

Meu Primeiro Workshop

Não é de hoje que as pessoas pedem oficinas, workshops e encontrinhos “Das Coisinhas”. E claro que sempre tive vontade de ter esse contato mais próximo e menos virtual do público que acompanha tanto a lojinha quanto o blog pela internet. Mas sabe daquelas coisas que a gente sempre espera o “momento ideal” e ele custa a chegar? Pois é! Custou, mas chegou a vez do meu primeiro Workshop \o/ E eu tô muito feliz!

A convite da querida amiga e parceira Amanda Mol, no dia 18 de Abril estarei em Varginha/MG para uma tarde delícia, cheia de DIY’s fofos, conversas produtivas e gostosas e um cafézinho supimpa!

O meu primeiro Workshop acontecerá no COLETIVO, um espaço idealizado pela Amanda e pelo Thales e que funciona dentro do AM Estúdio Criativo (responsável pelo lindo layout desse blog que vos escreve). O COLETIVO tem como proposta ser uma espaço de aprendizado, experiências legais e troca de conhecimentos <3 E muito me encanta poder realizar meu primeiro Workshop dentro de um espaço assim!

Vamos às informações:

Banner_oficina_Zilah

Vai ser uma alegria sem tamanho dividir esse momento com você :) Caso tenha o interesse em participar, entre contato pelo email: donadascoisinhas@gmail.com

Estou à disposição para esclarecer todas as dúvidas que surgirem!

Vem genteee!!!

Toda Coisinha cheia de magia

Quem sempre passa por aqui já sabe que tenho vivido um período de adaptação em uma nova cidade, com uma vida bem diferente da que eu vivia antes, mas ainda assim, continuo empreendendo, buscando os rumos que quero para a minha carreira e seguindo meus sonhos. Aliás, toda a mudança faz parte de um sonho, só que na meada dos dias, muita coisa acaba se embolando, se desencontrando e quando vemos o tempo passou e quase nada parece ter saído do lugar. Foi essa sensação que tive no início desse mês, quando decidi que criaria uma nova coleção que não estava nos planos da Toda Coisinha, pois vida de criativo é assim: só acontece em movimento. Vida de empreendedor que cria, produz, cuida da casa, fotografa, empacota, leva filho pra escola, leva encomenda pros Correios, cozinha, resolve todos os pepinos e ainda tem que se cuidar parece rapadura porque é doce, mas não é mole não.  Mas ainda assim, tem toda sua magia.
Capa-de-facebook
E nas pequenas doçuras do dia a dia, encontrei a magia que minha vida carece e tento reafirmá-la todos os dias, nos cafés da manhã acompanhados, nas idas à praia escapando do expediente, no fato de poder cuidar de perto da filha, em poder trabalhar do sofá de casa e cuidar da casa enquanto trabalho. Além de ter dentro da minha casa um mundo mágico por onde transito com as paixões por cogumelos, cactos, flores, viagens, fotografia, culinária, artesanato e pelas pessoas <3 Esse é meu pequeno mundo, o qual através das criações compartilho com vocês na Toda Coisinha.

anel redoma trio de flores 1

Para uns exagero, para mim só muito amor mesmo.

anel suculenta 1

Todo o encanto das suculentas em um vidrinho que é anel <3

bau de costura encantado

E tem magia costurística dentro de um bauzinho <3

colar alice madeira

A magia das estórias

colar dama da noite lua cheia 1

E de uma noite de lua cheia

Magia a gente encontra onde a gente quer encontrar. Pode ser numa estória, numa amizade longa, na delicadeza das plantas, nos novos mundos que nos são apresentados todos os dias. Basta ter o olhar atento para perceber e se encantar. E com isso surgiu a Coleção Magia, que tá lá Toda Coisinha enfeitando a lojinha <3

Loja | Facebook | Instagram

Visitinha ao Saara no Centro do Rio de Janeiro

Posso começar esse post dizendo que eu já sabia. Já sabia que ia ficar louca, já sabia que ia me apaixonar perdidamente, já sabia que encontraria 1001 coisas que precisava e outras 1001 que não precisava, mas que fazem parte de um boa passeio por locais como o Saara.

saara rua da alfandega

Rua da Alfândega logo depois da saída do metrô

Quem é do Rio já conhece e tenho certeza que muita gente de fora já ouviu falar, pois o Saara (Sociedade dos Amigos das Adjacências da Rua da Alfândega – não, o nome não é porque lá faz um calor danado) é assunto recorrente em blogs de decoração e de artesanato que acompanho e talvez por isso, a vontade e a expectativa de ver tudo de pertinho só aumentaram. O que eu digo é que não me decepcionei. Lá a gente encontra um centro de comércio a céu aberto com mais de 600 lojas em uma área relativamente pequena e que vendem de tudo! Utensílios para a casa, decoração, material para artesanato, tecidos, flores artificiais, mdf, embalagens, artigos para festas, brinquedos, roupas, acessórios, bijuterias, muita, muita coisa! E até uma rádio, digamos assim, exótica ;) Me diverti com a Rádio Saara!

Em 2011 o Tiago chegou a me levar no Saara e eu adorei, mas não fui com o olhar tão aguçado de “Zizi das Coisinhas”. Na época comprei coisas de decoração para festa, pois estava bem próximo do aniversário da Mari. A visita de ontem foi bem diferente, a começar pelo fato de que fui guiada por uma artesã que já conhece vários segredinhos e lojas ótimas por lá. Quem me levou foi a Emília, do Ateliê Fofurices, uma querida que eu tive o prazer de conhecer através da Toda Coisinha.

E esse post é para contar que já tenho mais um lugar disputando as primeiras posições na minha lista de “Lugares Preferidos no Rio Janeiro”.  Aí vão algumas lojas e coisinhas adoráveis que encontrei por lá:

Logo de cara entramos na Festamania Presentes (Rua Gonçalves Lêdo, 90 – Esquina com Rua da Alfândega), onde encontrei as flores artificiais mais bonitas do Saara e vasinhos coloridos de vários tamanhos e tipos por um preço ótimo! Tinham vasinhos tanto de plástico (R$0,70), quanto de barro (a partir de R$0,90). Claro que fiz a festa e muitos planos para quando voltar!

vasos

Uma coisa que achei engraçada no Saara foi a quantidade de lojas vendendo miniatura da Torre Eiffel. Cheguei a me sentir em Paris (só que não) e lembrei da minha amiga Eva, que está vivendo altas aventuras na França. Essa foto tirei na BrinkMania (Rua da Alfândega, 316), uma loja que AMEI e fiquei doidinha lá dentro. Até pedi para a Emília me tirar de lá, pois tinha tanta coisa legal para a casa que começou a ficar difícil me controlar. Consegui a proeza de comprar apenas 2 itens nessa loja e me orgulho muito disso.

torre eiffel

A Caçula é parada obrigatória para quem procura itens de armarinho e material para artesanato. Fica também na Rua da Alfândega, número 325.

Outra loja que me fez babar foi a Vista Verde. Acho que posso dizer que foi das minhas preferidas, pois lá vislumbrei um mundo de coisinhas lindas para a casa, para casamento, para feiras e para produtos novos. Muitos vasinhos a preços ótimos, cestos, leiteiras, flores secas, musgos, treliças e suculentas que pareciam de verdade. E o preço era razoável.

vasos tomato leiteiras vasos etc cactos etc

A Vista Verde fica na Rua Buenos Aires, 290 –  ao lado do Banco Bradesco. É imperdível!

Se eu não parar por aqui, esse post vai acabar virando um Guia do Saara hahaha Mas pra finalizar, fica a dica da Casa HomeroRua Senhor dos Passos, 97. Passei na porta e vi cestinhos de metal a preços excelentes! Esses cestos são ótimos para colocar na parede e organizar material de trabalho, de cozinah e por aí vai.  Assim que eu começar a organizar o meu ateliê (aliás, esse assunto está proibido por aqui pois está tudo uma zona!), voltarei lá para comprar alguns. Dentro da loja ainda tem uma infinidade de coisas que eu nem me atrevi a olhar muito para não passar vontade.

cestinhos de metal

Cestinhos de metal super em conta

Depois de passar por estas lojas e muitas outras mais, foi hora de apertar o passo, pois o horário de pico já estava próximo. Ainda passamos pelo camelódromo da Uruguaiana e depois pegamos o metrô de volta para Botafogo. Ah, também comemos a esfirra da Casas Pedro, pois dizem que aqui no Rio você tem que ir ao Saara e comer um salgado lá, como se fosse uma tradição.

E aqui fica mais uma vez meu muito obrigado à Emília, que teve a maior boa vontade e disposição em me apresentar o Saara “das coisinhas” com todo carinho <3

Links interessantes para uma visita ao Saara:

Como Chegar: Fomos até o Saara de metrô saindo de Botafogo e descemos na estação Urugaiana, que já tem saída direta para a Rua da Alfândega, onde a muvuca se concentra. Como moramos um pouco longe, deixamos o carro estacionado no Botafogo Praia Shopping e de lá andamos até o metrô, que é bem pertinho.

Lojas

Aplicativo Meu Saara (para salvar suas lojas favoritas no roteiro e não se perder) – Android e IOS

No dia do Casamento Civil

O dia do nosso casamento civil foi daqueles de entrar pra história, não só pela relativa importância da data que marcou o início de uma vida a dois (três na verdade), mas também pelos risos, pela descontração e pela companhia sempre agradável dos amigos e da família. Optamos pelo casamento civil devido a alguns aspectos legais da união de duas pessoas que julgamos relevantes, mas pensamos que acima de tudo e mais importante que qualquer convenção social, é o amor e o respeito que fazem com que tenhamos vontade de viver juntos. Mas sabe aquele velho ditado do “tá na chuva é pra se molhar”? Aderi e não me arrependi.

zizi e tiago

<3

Como sabia que registros e lembranças desse dia não poderiam faltar, pensei logo em um vestidinho bacana pra sair bem nas fotos. Poucos dias antes, busquei referências na internet e cheguei num modelito final que foi costurado como presente e com o maior carinho pela Maria, minha vizinha que sempre quebra os maiores galhos e de uma forma ou de outra se faz presente em momentos importantes (foi ela quem costurou as asas de fada que usei no Carnaval em que conheci o Tiago).

Não dispensei também uma produçãozinha, até porque queria experimentar ao menos uma vez na vida como é ser maquiada por um profissional e mais uma vez não me arrependi ao confiar meu adorável rostinho (hahaha) ao Felipe Machado, do Maison Marie.

zilah 1

Ficou tudo simples e do jeito que gosto :)

 

zilah 3

O vestido de frente

zilah 2

e de costas.

Escolhi a sandália azul da Lady Millie Shoes para dar um contraste com o vestido, não consigo imaginar um look todinho branco, sempre preciso de algo para dar uma quebrada. E já que azul é minha cor preferida e a sandália super confortável, não teve escolha melhor!

sandália

O lago em forma de coração

vestido

Pompons na barra do vestido <3

Para fechar com chave de ouro, não poderia faltar um Bem Boladinho. E a Bel tratou de fazer o bolo mais lindo e delicioso dessa vida, que acabou em questão de minutos.

o bolo

Em vez de deixar que esse fosse apenas um simples acontecimento civil, os pequenos detalhes como o carinho de cada um, as piadas na hora de assinar os papéis, a falta de paciência do “juiz de paz”, os brindes de Coca Cola, as fotos da Shantal, da Ana e da Maysa, os doces da Bebel, a presença dos amigos queridos e da família, o vestido da Maria, o pôr do sol espetacular, as montanhas, o lindo lago do amor, tudo isso transformou esse dia em algo muito maior e importante para nós. E mais uma vez ficou provado que não é preciso muito (em termos materiais) para ter um momento feliz e memorável. O amor já é tudo.