Dona da Cozinha

Picnic de outono – Receita de sanduichinho vegetariano com pasta de grão de bico e pepino

O outono é uma das minhas estações preferidas, até porque morando no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro, é quando o calor dá uma trégua, o pôr do sol fica ainda mais lindo e colorido e a praia mais vazia. Nas pracinhas e parques é mais fácil encontrar um local agradável para estender a toalha e relaxar, comer, se divertir.

Foi pensando em criar momentos agradáveis com os amigos e com a família que eu, a Anna, a Emília e a Suelem montamos um picnic fresquinho, cheio de gostosuras que vou compartilhar por aqui aos pouquinhos.

Picnic coisitas-3Na verdade, essa receita fresquinha serve para passeios em qualquer estação do ano. Desde que me tornei adepta à alimentação vegetariana não fiz mais nenhum post falando das minhas receitinhas e achei isso um absurdo rsrs Desde então, sempre tenho grão de bico cozido no meu congelador e vira e mexe faço a pastinha (homus) ou invento receitas diferentes. Antes dessa mudança quase não comia grão de bico e hoje, a cada novo prato ou receita, me encanto com as possibilidades de sabores diferentes para sopas, saladas, bolinhos e até hambúrgueres.

PicnicCoisitasbyZih-35Para compor o cardápio e também as fotos do nosso Picnic Fresquinho, fiz esse sanduíche que leva pepino, pasta de grão de bico e alguns temperos simples. Ele é ótimo também para um lanche da tarde e até para o lanche das crianças, já que o gosto é bem suave e agradável.

Picnic coisitas-7Para montar os saunduichinhos você precisa de:

  • Pão de forma
  • Pasta de grão de bico (receita abaixo)
  • Pepino em rodelas finas
  • Gergelim
  • Azeite
  • Pimenta do reino moída
  • Papel manteiga costado na medida do pão para embrulhar
  • Barbante bicolor (twine) para dar o acabamento da embalagem

Montei os sanduíches colocando uma fatia do pão em uma tábua de cozinha, depois passei a pasta de grão de bico de forma generosa, montei outra camada com aproximadamente 4 rodelas de pepino e temperei com azeite, pimenta e gergelim. Você ainda pode acrescentar uma cebola caramelizada que é muito fácil de fazer e fica uma delícia. É só refogar meia cebola, 1 colher de sopa de água e 1 colher de sobremesa de açúcar. Coloco ainda um pouquinho de shoyu e fica maravilhoso!

Depois é só colocar o outro pão, embrulhar os sanduichinhos e posso garantir que será sucesso no picnic!

Pasta de Grão de Bico

  • 200g de grão de bico cozido (deixar de molho na geladeira de um dia para o outro e depois cozinhar)
  • Suco de meio limão
  • Azeite a gosto
  • 1 colher de sopa rasa de tahini (acho que mais que isso amarga muito)
  • Pimenta do reino moída a gosto
  • Sal a gosto (uso uma colher rasa de sobremesa)

Bata todos os ingredientes no liquidificador ou no processador até formar uma pasta homogênea e tá pronto! Fica ótimo também para servir como tira gosto com pão sírio.

Picnic coisitas-10

Biscoito água e sal, cream cheese, tomatinho e folhas de hortelã ou manjericão – sucesso na certa

Picnic coisitas-11

Salada de fruta é sempre uma delícia!

Picnic coisitas-9 E pra deixar tudo ainda melhor: castanhas, tomatinhos, biscoitos e frutas frescas para completar. Saudável, gostoso e fácil de fazer! Tá aí uma dica delicinha pro próximo feriado.

Fotos: Anna Chedid e Zilah Rodrigues

Produção: Ateliê Fofurices, Annita Loja, Tudo com Frutas e Das Coisinhas

Bela Gil + Mãe Terra: um belo encontro

Um assunto que tem sido recorrente aqui no blog são as mudanças de todos os tipos, de todas as formas. Não sei se é culpa da idade, mas sei que algo bom e bonito vem acontecendo aqui dentro há um tempinho. Uma das principais e mais importantes mudanças dessa fase é a que diz respeito à alimentação. Digo isso pois, depois do primeiro primeiro passo (que foi reduzir e eliminar o consumo de carne) é como se um novo despertar acontecesse a cada dia que vou para a cozinha e preparo meu alimento. Já falei um bocado sobre essa escolha nesse post aqui ;)

faixinha e caixa bela gil

A caixa veio até com um laço que lembra as faixas da Bela <3

Já são alguns meses de mudanças e de construção de um estilo de vida mais saudável, rotina à qual tenho me adaptado bem, pois estou bastante contente com essas escolhas e tenho encontrado fontes de inspiração e pessoas maravilhosas que me ajudam a continuar seguindo por esse caminho. Um exemplo dessas pessoas em forma de inspiração e que falam alto no meu dia a dia é a Bela Gil <3

Acho que todo mundo conhece a moça, né? E se não conhece, vale a pena correr para o Canal da Bela no Youtube, seguir no Instagram, Facebook e tudo mais. Tem sempre muita dica sobre alimentação saudável e consumo consciente. A receitas da Bela já salvaram meu dia várias vezes, pois nem sempre é fácil pensar nos cardápios diários quanto tem que trabalhar e fazer mais um monte de tarefas. As dicas são práticas e os sabores surpreendentes!

bela gil e mãe terraSurpreendente também (e ao mesmo tempo tão combinandinha ♥) é a linha lançada pela Bela Gil e pela Mãe Terra, marca brasileira de produtos alimentícios naturais e orgânicos. Eu já adorava a Bela, já adorava a Mãe Terra e ver as duas juntas foi uma linda surpresa! Melhor surpresa ainda foi receber uma caixa linda recheada com os produtos dessa parceria e um livrinho fofo de receitas.

bolo cacau bela gilAlém das embalagens lindas, recicláveis e que podem ser facilmente confundidas e camufladas na decoração daqui de casa (vide foto acima), o que me encantou ainda mais foi a escolha dos ingredientes em dois aspectos: tudo bem brasileiro, o que faz com que seja também mais sustentável já que privilegia os pequenos agricultores e promove o desenvolvimento local.

princípios mãe terraAlém da explosão de sabor com ingredientes típicos do Brasil, orgânicos (sempre que possível), integrais e sem pozinhos instantâneos e transgênicos. Gente, bolo de caixinha sem conservantes! É maravilhoso demais!

As estrelas da linha são coco, licuri, babaçu, cacau, mandioquinha, painço e castanhas e todos os benefícios que alimentos integrais trazem <3 As embalagens lindas também são recheadas de informações super úteis sobre os ingredientes e você já pode encontrar os produtos em alguns mercados pelo Brasil (sei que vende Mãe Terra no Pão de Açúcar).

linha bela gil e mae terraEstou muito apaixonada mesmo ♥  À medida que for preparando as receitas, vou compartilhando com vocês no Instagram, então para saber mais é só acompanhar por lá :)\

Mais infos sobre a Mãe Terra

Como o meu pequeno negócio mudou a minha alimentação

No início de 2015 mudei minha vida drasticamente. Até então, meus quase 30 anos de vida haviam sido vividos em uma cidade tranquila do interior de Minas Gerais, na casa dos meus pais e da minha vó, contando sempre com a colaboração da família. Ali ficaram guardadas boas memórias e desde o início do ano passado, vivo na cidade do Rio de Janeiro, onde continuo cuidando da minha filha de 15 anos como cuidava antes, continuo tocando meu pequeno negócio de casa, pois quis que assim fosse para que pudesse cuidar mais de perto da nossa rotina. Além de trabalhar, cuidar da filha, estudar, tocar alguns projetos ao mesmo tempo, eu ainda cozinho todos os dias e cuido da casa (da maneira que é possível e contando com a participação de todos).

Esse post é para falar sobre escolhas. Aquelas que fazemos usando a intuição e com o coração e que acabam nos guiando por caminhos ainda mais bonitos do que os que enxergávamos antes.

Não é tarefa fácil um trabalho home office e quem trabalha assim bem sabe que a casa às vezes vira uma zona, a rotina é corrida e cansativa e os filhos, um pouco rebeldes. Para não cair num ritmo louco, me obrigo a fazer pequenas pausas para atividades prazerosas e algumas rotineiras.

IMG_9919Uma dessas pausas é a hora do almoço, quando faço questão de cozinhar diariamente a nossa comida. Pôr a mesa com alimento saudável e preparado com carinho. Durante esse processo que já dura mais de um ano, passei a consumir de forma mais consciente, evitando ao máximo o desperdício e optando por ingredientes mais saudáveis. Tendo um contato mais próximo com a comida, comecei a me questionar de onde vinha aquele alimento que eu consumia, qual é o impacto que ele causa no ambiente e principalmente, o quanto de crueldade ele carrega. Depois de 6 meses de adaptação, eliminei as carnes da minha rotina. Comecei pela carne vermelha e devo dizer que foi a mais fácil. Depois foi a vez das carnes brancas, o que me exigiu um pouco mais de esforço. Mas estou firme no meu propósito e feliz com as minhas escolhas. Sempre que possível dou preferência a alimentos orgânicos e também tenho eliminado aos poucos o consumo de ovos e outros produtos de origem animal. Quanto ao leite, ainda não consegui pensar na possibilidade de parar de comer pão de queijo e queijos, eu amo tanto. Mas tenho tentando consumir de forma um pouco mais consciente, buscando por produtores certificados.

Essa escolha por um trabalho que acontece dentro do meu lar mudou não só a minha relação com o consumo de alimentos, mas também com o mundo, com a forma de consumir de um modo geral. Tenho repensado toda a produção da Toda Coisinha e outros processos que às vezes passam despercebidos no dia a dia.

viver fazendo o que amaAs escolhas que fazemos para ter um trabalho do nosso jeito, com a nossa cara, acabam por impactar a vida como um todo. E é maravilhoso ver como uma coisa se liga a outra de uma forma especial, como tudo se transforma em uma cadeia de descobertas. Muito disso eu devo agradecer ao Decola! LAB, um curso para criativos e empreendedores que me fez acreditar e colocar na prática que é possível sim viver fazendo o que ama e ter retorno por isso. E como a gente pode ver, é um retorno que vai muito além do financeiro, pois nos aproxima da da nossa essência. É isso que me faz ter a certeza de que quanto a gente busca um trabalho dos sonhos, a gente não busca só dinheiro, é algo muito maior e que quem tem amor, há de compreender :)

O Decola! LAB está com as inscrições abertas e já falei sobre isso nesse post aqui! Vem ver e conferir os bônus que ofereço se a inscrição for feita por esse link: http://bit.ly/entaoboradecolar

Sou parceira do programa e tenho o maior orgulho em divulgar! Ontem fiz uma entrevista com a Rafa Cappai e em breve ela estará por aqui! Ô, mulher incrível! Sou fã! <3

 

A Fantástica Fábrica de Doces maravilhosos em forma de cogumelos

Não é novidade pra ninguém o quanto adoro cogumelos. Já tentei de muitas formas explicar até para mim mesma essa fixação pelo reino fungi, mas essas é daquelas coisas que não dá… então me resta admirar e compartilhar essas lindezas.

sweet amanitas
Dia desses enquanto passeava pela internet encontrei a loja Andie’s Specialty Sweets enquanto procurava por cogumelos para me inspirar. Vi aqueles cogumelinhos lindos e confesso que fiquei chocada quando descobri que eram feitos de açúcar! Alguns modelos ainda recheados de chocolate, nozes, todo tipo de gostosura.

shitake recheados de chocolate

Além de fazer um trabalho de confeitaria incrível, um grande diferencial da Andie’s Specialty Sweets, comandada pelo casal norte americano Andie e Jason, é a preocupação com a qualidade dos ingredientes e com a transparência sobre a procedência de cada ingrediente que vai nas receitas. Como eles mesmo dizem, “To Give Treats Unto Others As We Would Want Treats Given Unto Us.” (Dar doces às pessoas como gostaríamos que eles fossem dados a nós). Esse, sem dúvidas, é um dos principais ingredientes da receita do sucesso da marca.

cogumelos1 processo

cogumelos A marca promete ser fiel aos valores e honesta com os clientes, por isso opta por ingredientes orgânicos, livres de exploração de mão de obra, produzindo guloseimas livres de transgênicos e aditivos químicos, além de só comprar de fornecedores certificados com o Fair Trade (traduzindo, Comércio Justo, um certificado que garante que os produtores e trabalhadores recebem valores justos pelo trabalho).

cogumelo recheadoEu já tinha um motivo para me apaixonar pela marca (cogumelos <3) e agora eu tenho um monte!

estrela embalagemAh! E além dos cogumelos, tem outras coisinhas lindas e doces. O preço em dolar não é convidativo, mas com toda certeza é justo por um trabalho tão primoroso e com tanta dedicação.

P.s.: não sei se conseguiria comer esses cogumelos de tão lindos!