Coisa de noiva

Sapato de noiva customizado

Só eu e as pessoas das quais enchi o saco sabemos o quanto procurei um sapato azul, com salto baixo e bonitinho para o meu casamento. Casar com sapato branco, combinando com o vestido certamente não é e nem nunca foi coisa pra mim.

www.facebook.com/rocktheweddingProcurei em lojas, das mais tradicionais às mais decoladas possíveis, revirei a internet de ponta cabeça e nada de encontrar o sapato perfeito. Até cheguei a encontrar alguns que chegaram quase perto, mas sempre tinha um detalhe que desagradava. Ou o salto era alto demais, fino demais, tinha um detalhe que não combinava, e por aí foi. Eu ficava imaginando que precisava de um sapato que me deixasse segura, pois não uso salto e que fosse confortável, inclusive para a hora de dançar.

Essas pequenas questões foram as que mais me desafiaram durante os preparativos (por falar nisso, que saudadinha gostosa). Com Zilah das Coisinhas não poderia ser diferente, não é? Foram as coisinhas, aquelas pensadas para fazer a diferença que realmente me deram algum trabalho. E foi assim com o sapato que eu tanto fazia questão que fosse azul.

Até que a Anna, da Annita, me deu a brilhante ideia de pintar um sapato. Eu gostei (e muito) e mudei o foco da minha pesquisa e encontrei um modelo que gostei.

antes

Depois disso, foi procurar a tinta. Como tive que ir ao Centro de BH, sabia de uma loja onde vende coisas de sapateiro (o endereço está no fim do post) e lá encontrei as tintas para couro que precisava. Um dos vidros de tinta (o prata velho) ainda caiu no chão e quebrou enquanto eu estava em outra loja, mas estava embrulhadinho e consegui salvar um bocado de tinta quando cheguei em casa e foi o sufuciente para pintar a sandália.

Você vai precisar de:

  • Tinta para couro
  • Pincel macio
  • Água rás
  • Fita crepe
  • Um paninho macio
  • Jornal para cobrir a área

O primeiro passo é limpar a sandália com o paninho e depois proteger bem com a fita crepe as áreas que não podem levar tinta. Molhe o pincel na tinta, retire o exceso e mande ver!

pintura

Precisei de duas a três camadas mais alguns retoques para chegar nesse resultado. Limpe o pincel com água rás para remover a tinta e depois seque-o no paninho.

Como ainda ia usar o prata velho na parte da frente, protegi ela bem e depois que tirei a fira crepe, passei a tinta com bastante cuidado. Não quis colar fita crepe na parte já pintada pois estava com medo de estragar. Fiz mais alguns retoques mínimos e estava pronta a sandália do casamento! Eu quase não podia acreditar e ainda bateu a dúvida se deveria pintar ela toda de azul, mas foi unanimidade usar as duas cores!

pronta

Não é propaganda, viu!

A pintura não é eterna. Depois da festa ficaram uns arranhões principalmente na parte azul, mas já retoquei com a tinta que sobrou.

www.facebook.com/rockthewedding

O melhor de tudo é que para fazer uma sandália do jeitinho que você quer, não precisa casar! Você pode dar uma recauchutada naquela sandália já gasta. Com o Carnaval chegando é uma ótima ideia para encher o pé de cor!

Loja para comprar tinta para couro em BH – Ponto do Sapateiro – Rua dos Guaranis, 407 A – Centro, Belo Horizonte/MG
Para comprar a tinta pela internet  (nunca comprei nessa loja, mas achei  uma boa variedade de tintas)
As fotos oficiais são do Rock The Wedding, pessoal fera de BH!

BrideZilah: look de noiva em conta, personalizado e cheio de amor

Nem me lembro mais qual foi a última vez que estive aqui falando sobre casamento, só sei que faz tempo e sei também que havia prometido mostrar todos os detalhes do meu look de noiva (que engraçado “look de noiva”). Bom, depois do turbilhão de fim de ano, produção a mil, muitas feirinhas e um descanso merecido, estou tentando retomar minha rotina, mas só sei que ela voltará ao normal mesmo só depois que as aulas da filhota recomeçarem.

Desde que pensei em casamento pela primeira vez, já me imaginei com um vestido curto e beeeem rodado. Já falei por aqui inúmeras vezes que eu não me imaginava casando até o dia em que resolvemos casar. E a partir daí fui pesquisando, me inspirando, até chegar no que eu queria. O Pinterest mais uma vez foi um grande aliado, salvei por lá minhas principais referências.

O vestido

www.facebook.com/rocktheweddingPara o meu vestido de noiva, eu tinha algumas exigências: pra começar, não queria pagar um absurdo num aluguel de algo padrão e depois não ter o gostinho de revé-lo. Foi aí que encontrei a Larissa, da Cabrada Peste, em BH, com os vestidos de festa mais lindos e com preços ótimos e super acessíveis. Marquei meu horário e chegando lá só tive mais certeza de que era ela quem faria meu vestido curto, rodado, cheio de saias de filó, com mini pérolas e drapeados.

www.facebook.com/rockthewedding

Essa era minha cara de desespero de noiva atrasada

www.facebook.com/rockthewedding

Buquê Flora de Série

www.facebook.com/rockthewedding

www.facebook.com/rockthewedding www.facebook.com/rockthewedding www.facebook.com/rockthewedding

Deu pra ver direitinho? Veja mais do trabalho da Larissa no Facebook.

Tiara e véu

www.facebook.com/rocktheweddingFaltando 20 dias para o casamento eu ainda não sabia o que usaria na cabeça. Queria o cabelo preso, um véu curto, mas queria algo a mais. Pesquisei, pesquisei, pesquisei e nada! Não encontrava um acessório que eu gostasse num preço bacana. Recorri ao Elo 7, Can-can (que estava na entre safra), até que achei no Enjoei! uma tiara que gostei, mas que custava singelos 1.200 reais. Mais cara que o meu vestido, não tinha como. Procurei a marca da tiara na internet e vi que era esse mesmo o preço da peça e que nem estava à venda aqui no Brasil. Fiquei triste, desapontada e achando que só aquela tiara satisfaria minha vontade. Até que tive a brilhante ideia de procurar no Aliexpress e não é que depois de tanto fuxicar, encontrei a danada? Com o frete expresso, o prazo para que ela chegasse aqui no Brasil era de 20 dias (exatamente o tempo que faltava para o casamento). Comprei e deixei que o destino (e os Correios) resolvesse se seria aquela tiara ou não. E ela chegou a tempo! Chegou bem no dia que eu ia para Minas!

www.facebook.com/rockthewedding

Me custou cerca de R$200, com o imposto (isso quando o dolar ainda era acessível). O link dela aqui.

O véu, eu quem fiz! E foi fácil! Peguei uma amostra do tecido do vestido com a Larissa e achei o mesmo tecido no Saara. Comprei o ultimo metro e meio e aí foi só cortar com as pontas arredondadas e costurar num pente com fio de nylon, que fica praticamente invisível. Segui o passo a passo do Wiki How sem botar muita fé e deu certo :D

www.facebook.com/rockthewedding

Os brincos foram presente da minha mãe e o topo de bolo feito por mim

www.facebook.com/rockthewedding

E o sapato!

Não consigo contabilizar quantas horas gastei procurando um sapato azul de salto baixo e que não fosse fino. Foram tantas horas, tanta encheção de saco com as amigas e irmãs que acabei desistindo. Mas não desisti na verdade. Comprei um sapato branco e nude, tinta para couro e mandei ver. Mais uma vez tive muito medo que não desse certo e no fim das contas, correu tudo bem!

www.facebook.com/rockthewedding www.facebook.com/rockthewedding

Ainda acrescentei um prata velho que não estava no combinado e ficou assim <3 Vou fazer um passo a passo mostrando como fiz, pois fotografei todo o processo :)

Foi um look de noiva simples, econômico, mas do jeitinho que eu queria e havia imaginado. Foi confortável, bonito e versátil. Ah! E a saia era muito rodada!

www.facebook.com/rockthewedding www.facebook.com/rockthewedding

<3

 

Fotos lindas: Rock The Wedding

A nossa celebração de casamento

Depois de um tempinho sem postar coisinhas do casamento, eis que volto com um post cheinho de fotos e com mais um monte de posts já engatilhados ;) Preparem-se porque vem muita coisa, gente! Vocês vão cansar de ver a minha cara, a festa do casamento e todos os detalhes pensados com tanto carinho.

Logo que a prévia das fotos que contratamos saíram, já tratei de escolher as minhas preferidas para relembrar aqui esses momentos lindos <3 Os dias pré-casamento foram uma loucura, mas hoje, 3 meses depois, lembro de tudo já com uma saudadezinha gostosa e com gostinho de quero mais. Quem não fica assim?

43

Cara de não acredito <3

Desde a adolescência sou apaixonada por Fuscas e quando começamos a planejar o casamento, já sabia que eu chegaria no local da cerimônia em um carrinho antigo, de preferência um Fusca. Havia combinado meses antes com um primo de usar o fusca dele, mas na semana do casamento o carro teve que ir para a oficina. Pareceu azar, mas foi pura sorte! Procurando outros carros antigos acabamos encontrando o Sabiá, um amigo antigo da família muito querido e que ainda é dono do Fusca (uns dizem que é azul, outros verde. Que cor você vê?) mais lindo que já vi nessa vida.

Os poucos dias que faltavam para o casamento não foram problema para ele, que na maior boa vontade e capricho do mundo se prontificou a emprestar o carro e inclusive me levar até o local da cerimônia vestido a caráter :) Se chegar no seu casamento num fusca da sua cor preferida, dirigido por um cara com apelido de passarinho não é obra linda do destino, não sei mais o que pode ser. O Sabiá (o nome dele é Sérgio) é de Nova Lima/MG e aluga o Fusca para casamentos. Se alguém se interessar, entre em contato comigo que passo o contato dele.

44Já que estou falando em lembrar dos detalhes, um dos principais motivos que me levou a contratar o serviço de filmagem para o casamento foi o fato de que a noiva praticamente não vê a cerimônia (argumentos muito bem colocados pela Emília). E olha, eu planejei tudo com tanto cuidado que não queria mesmo ficar sem ver. Pelas fotos já pude ter uma ideia de como foi antes de eu chegar, mas não vejo a hora de poder ver as reações das pessoas, os padrinhos entrando, a Jhê cantando lindamente <3

47

Minha irmã mais nova enfim pôde realizar o sonho de ser daminha

Quando convidei minha irmã mais velha para ser nossa madrinha, celebrante e doceira oficial, convidei também meus sobrinhos para serem os pajens <3 O mais novo se divertiu, entrou duas vezes e ainda tirou uma das fotos mais engraçadas do casamento. Já o mais velho… acho que ficou meio encabulado. Esse sorriso sem graça não engana hahaha

48

A plaquinha incrivelmente linda é obra da Annita

Enfim cheguei e entrei ao som de “Pra Sonhar”, do Jeneci (com um bom atraso, se não não seria eu). Desde que ouvi a música pela primeira vez, lá em 2010/2011, já disse para o Tiago que casaríamos ao som dela. E assim foi. Quando entrei logo vi um monte de gente com cara de triste, mas só depois fui entender que na verdade era cara de choro, daqueles copiosos hahaha Eu também estava chorando feito boba, mas não conseguia parar de sorrir.

50

“Está pronta?”

53 55

Mais calma (depois de ficar nervosa porque estava atrasada), cheguei ao altar e já fui lascando um beijo no Tiago. Acho que foi uma reação espontânea de quem sente alívio. Só depois lembrei que não era a hora ainda hahaha Ouvimos a Jhê cantando mais um pouquinho, dançamos e a cerimônia enfim começou. Escolhemos uma celebração simples, que falava muito do amor e da gente. Dos nossos amigos, da família e de como o amor transforma. Ô, se transforma!

62

A Bel (minha irmã mais velha) foi nossa celebrante, mas minha mãe e o Rafael (irmão do Tiago) também deram suas palavras divertidas e amorosas. Foi choro pra lá, riso pra cá e muito abraço!

74 71 Para levar as alianças, ninguém mais especial que a Mari  e o Jeremy, nossos filhotes <3 E eu disse que o Tonton adorou participar, não é? Ele viu a Mari entrando com o Jeremy e foi ajudar. Um verdadeiro lord!

78 Eu mesma fiz o porta aliança usando o Baú Encantado de Costura da Toda Coisinha. Encantado porque além de vir cheio de maravilhosidades também é multiuso! Coloquei musguinhos, cogumelos, flores e bandeirinhas pra ficar com a nossa cara.

80

Os votos foram um momento à parte de tão lindo e especial. O Tiago, menino acostumado com a lógica e os números, não mede esforços para colocar as palavras pra fora em forma dos textos mais lindos, além de mostrar que também é multi talentoso. Eu nunca tinha experimentado a sensação de chorar copiosamente dando gargalhadas. Não tenho dúvidas de que foi um dos momentos mais especiais da vida toda <3

Não existe nada melhor do que a sensação de ter certeza que você é luz raio, estrela e luar na vida de alguém, assim como esse alguém é para você.

84

89

Em tempos modernos, é praticamente impossível não ver um evento desses sendo tomado por cliques alheios. Sem dúvidas esses cliques foram contribuições muito importantes e que depois ganharão um cantinho especial no nosso caderno de assinaturas do casamento <3 Já estou com uma ideia em mente e assim que executar, mostro por aqui!

73

As vovós lá do Sul acompanharam tudo pelo Skype <3

91

Agora sim, pode beijar o noivo!

87

A lapela do noivo e dos padrinhos também foi obra da querida da Anna, da Annita Loja

92

Felicidade é pra ser compartilhada <3 e muito bem abraçada!

Saímos com uma chuva de pompons e ao som de Costa Verde, do Forfun, pra já ir entrando no clima da festa que vinha depois.

95

O Buquê maravilhoso e colorido é obra da Bruna, da Flora de Série, de BH. Um achado e tanto, pois faltando duas semana para o casamento eu estava pensando em como eu mesma faria o meu buquê sem nunca antes ter tentado fazer um. Foi uma das melhores coisas que me aconteceu, pois ela materializou como ninguém o que eu tinha em mente e ainda se mostrou uma querida, artista de mão cheia. E depois? Como faz pra guardar essa lindeza pra sempre?

94E se lembram que eu bem disse que o Tonton protagonizou uma das cenas mais hilárias? Tá aí a prova!

102

Eu não poderia deixar de agradecer mais uma vez a todos que fizeram de tudo para que tudo saísse assim: lindo, simples e cheio de amor. Em especial às Flávias, da Confraria e do Cerimoniar, à Jhê e ao Paulim, à Bebel, ao Sabiá, à Bruna, à  Anna, à equipe Rock the Wedding, enfim! A cada um que aqui foi imprescindível!

Fotos: Rock The Wedding (que além de super originais, são excelentes animadores de festa)

Placa “Lá vem a noiva”, Lapelas, Buquê da Daminha e Flores do Altar: Annita

Porta Aliança: Toda Coisinha

Buquê: Flora de Série

Vestido: Cabrada Peste (ainda vou mostrar ele bem direitinho aqui)

Música: Jhê Delacroix e Paulim Sartori

Cerimonial: Cerimoniar (Nova Lima)

Decoração: Confraria do Honório e yo!

P.s.: Sabe o convite lindo feito pela Amanda Mol para o casamento? Você já pode encomendar o seu direto na lojinha dela!

Um convite de casamento feito a mão e com muito carinho

Depois de mostrar o convite dos padrinhos do nosso casamento, acho que já podemos ir adiante com o convite oficial, não é? Ver esse convite pronto (ele ficou pronto antes do convite dos padrinhos) foi o que me fez ter a primeira sensação deliciosa de ver  a tão sonhada festa de casamento tomando forma. Pessoalmente, cuidei de todos os pequenos detalhes do convite (que não foram poucos) com a ajuda de pessoas queridas. Foi lindo, foi trabalhoso, mas com toda certeza produzir cerca de 100 convites foi mais fácil do que fechar a lista de convidados.

abrindo

Há tempos atrás fiz uma escolha e que até hoje vem sendo mantida: escolhi a Amanda Mol para ilustrar minha vida. Já contei muitas vezes por aqui como adoro o trabalho dela e para o convite de casamento não poderia escolher uma arte que não fosse a dela. Então o primeiro passo foi escrever para a Amanda e explicar o que eu havia imaginado. Olha, não sei exatamente como cheguei a cada detalhe, mas busquei inspirações de convites ilustrados no Pinterest. As referências que encontrei por lá foram as bases para a criação e muito do toque especial do convite ficou por conta da Amanda mesmo.

Captura de Tela 2015-07-27 às 20.33.35

E foram algumas tardes de trabalho e diversão no Ateliê Fofurices <3

A primeira ideia era colocar o convite em um envelope e fechar com lacre de cera e cisal, mas quando me veio à cabeça essa ideia de uma moldurinha, joguei a ideia do envelope pros ares. Mas e aí como faria essa moldurinha? Cortaria uma por uma? Onde viria o nome do convidado? E foi numa das idas ao Saara com a Emília, do Ateliê Fofurices que chegamos a uma solução: fazer as molduras usando a Sillouette e usar uma tag bonitinha para colocar o nome dos convidados. Aí que lembrei que havia comprado alguns corações de madeira há meses e ainda não havia achado utilidade para eles. Estavam guardados para essa ocasião mais que especial.

Só eu e a Emília sabemos o trabalho que deu chegar no tamanho e corte certo dessas molduras sem a faca perder o corte, sem a Sillouette ficar maluca hahaha Mas foi divertido passar algumas tardes no ateliê dando boas risadas e fazendo planos. Ainda fizemos os nomes dos convidados cortados na Sillouette, depois colei nas tags usando fita banana da 3m e por isso o contorno ficou tão perfeitinho e em alto relevo.

fazendo

Moldurinhas prontas, nomes cortada e convites impressos com primor, hora de montar tudo.

Eu e o Tiago montamos todos os convites em dois dias que paramos durante a noite para fazer isso. Foi bem rápido, né? Depois foi só babar no resultado, entregar e enviar um monte deles pelos Correios :)

convite de casamento

Ainda colocamos um saquinho plástico protegendo o convite, mas ele ficou basicamente que nem na foto acima :)

convite frente

Aberto ele ficou preso na parte de dentro e depois que a pessoa abria, tinha que tirar da moldura e virar a parte de trás para ver as informações da cerimônia e da festa.

convite aberto

convite verso

Na parte de trás, uma frase que a Tânia, amiga da …com Lola me escreveu no dia do nosso casamento civil. Gostei tanto que virou um dos destaques do convite <3

Depois de enviar os convites, recebemos muitos, muitos elogios! Todo mundo amou a arte da Amanda e os nomezinhos nas tags. Cheio de pequenos detalhes que fizeram a diferença!

convite com original

Depois de tudo ainda ganhei de presente da Amanda a ilustração original do convite <3 é pra morrer de amores e emoldurar com todo carinho!

Alguns detalhes:

Arte do convite: Amanda Mol (ilustradora@amandamol.com.br)

Moldura feita em papel kraft A4, 240g

Cortes de Sillouette: Ateliê Fofurices

Impressão dos convites (13×18,5cm): Áster Graf, em BH (preço ótimo, pontualidade e qualidade)

Tags de coração: comprei no Aliexpress. Não encontrei mais o exato modelo, mas achei essa aqui, bem bonitinha.

Cisal fino: Comprei no Mercado Central em BH, mas no Rio de Janeiro é possível encontrar com facilidade no Saara.

E aí? Se animou a fazer o seu também? Conta pra gente!