Como fazer Pink Lemonade

por em Dona da Cozinha, Faça Você Mesmo

Limonada cor de rosa: além de ter um visual lindo, ainda é uma bebida que pode ser super saudável e refrescante. É aquele tipo de drink fotogênico, que enfeita e ainda é gostoso! Tanto que sempre usamos nas produções do blog e ele sempre faz o maior sucesso. E não, nossa pink lemonade não é cenográfica. Depois das fotos, bebericamos tudo com muita conversa jogada fora (já disse que essa é uma das melhores partes de montar um editorial?).

PicnicCoisitasbyZih-39 Existem algumas formas de fazer a bebida cor de rosa e aqui compartilharei algumas que já testamos.

Receita tradicional

  • Suco de limão (3 limões para 1L de água e açúcar a gosto)
  • Suco de groselha até chegar no tom que você quer (coloque bem aos poucos)
  • Gelo e rodelas de limão para decorar

PicnicCoisitasbyZih-42 Receita com Refrigerante e suco 

Essa foi a receita que usamos no último ensaio que fizemos e para fazer cerca de 3 litros e colocar em uma suqueira, usamos:

  • Uma garrafa de 2L de Sprite
  • Suco de Cranberry para dar cor
  • 700ml de Água com gás
  • Hortelã a gosto
  • Limão em rodelas
  • Gelo

Ficou uma delícia! E claro, você pode substituir o Sprite por suco de limão já adoçado. É charme garantido em qualquer ocasião.

PicnicCoisitasbyZih-43

Depois é só usar copinhos, mason jars e suqueiras para dar esse toque ainda mais especial <3

Confira outras receitas e ideias para pic nic ao livre aqui.

 

Fotos: Anna Chedid e Zilah Rodrigues

Produção: Ateliê Fofurices, Annita Loja, Tudo com Frutas e Das Coisinhas

Picnic de outono – Receita de sanduichinho vegetariano com pasta de grão de bico e pepino

O outono é uma das minhas estações preferidas, até porque morando no Brasil, mais especificamente no Rio de Janeiro, é quando o calor dá uma trégua, o pôr do sol fica ainda mais lindo e colorido e a praia mais vazia. Nas pracinhas e parques é mais fácil encontrar um local agradável para estender a toalha e relaxar, comer, se divertir.

Foi pensando em criar momentos agradáveis com os amigos e com a família que eu, a Anna, a Emília e a Suelem montamos um picnic fresquinho, cheio de gostosuras que vou compartilhar por aqui aos pouquinhos.

Picnic coisitas-3Na verdade, essa receita fresquinha serve para passeios em qualquer estação do ano. Desde que me tornei adepta à alimentação vegetariana não fiz mais nenhum post falando das minhas receitinhas e achei isso um absurdo rsrs Desde então, sempre tenho grão de bico cozido no meu congelador e vira e mexe faço a pastinha (homus) ou invento receitas diferentes. Antes dessa mudança quase não comia grão de bico e hoje, a cada novo prato ou receita, me encanto com as possibilidades de sabores diferentes para sopas, saladas, bolinhos e até hambúrgueres.

PicnicCoisitasbyZih-35Para compor o cardápio e também as fotos do nosso Picnic Fresquinho, fiz esse sanduíche que leva pepino, pasta de grão de bico e alguns temperos simples. Ele é ótimo também para um lanche da tarde e até para o lanche das crianças, já que o gosto é bem suave e agradável.

Picnic coisitas-7Para montar os saunduichinhos você precisa de:

  • Pão de forma
  • Pasta de grão de bico (receita abaixo)
  • Pepino em rodelas finas
  • Gergelim
  • Azeite
  • Pimenta do reino moída
  • Papel manteiga costado na medida do pão para embrulhar
  • Barbante bicolor (twine) para dar o acabamento da embalagem

Montei os sanduíches colocando uma fatia do pão em uma tábua de cozinha, depois passei a pasta de grão de bico de forma generosa, montei outra camada com aproximadamente 4 rodelas de pepino e temperei com azeite, pimenta e gergelim. Você ainda pode acrescentar uma cebola caramelizada que é muito fácil de fazer e fica uma delícia. É só refogar meia cebola, 1 colher de sopa de água e 1 colher de sobremesa de açúcar. Coloco ainda um pouquinho de shoyu e fica maravilhoso!

Depois é só colocar o outro pão, embrulhar os sanduichinhos e posso garantir que será sucesso no picnic!

Pasta de Grão de Bico

  • 200g de grão de bico cozido (deixar de molho na geladeira de um dia para o outro e depois cozinhar)
  • Suco de meio limão
  • Azeite a gosto
  • 1 colher de sopa rasa de tahini (acho que mais que isso amarga muito)
  • Pimenta do reino moída a gosto
  • Sal a gosto (uso uma colher rasa de sobremesa)

Bata todos os ingredientes no liquidificador ou no processador até formar uma pasta homogênea e tá pronto! Fica ótimo também para servir como tira gosto com pão sírio.

Picnic coisitas-10

Biscoito água e sal, cream cheese, tomatinho e folhas de hortelã ou manjericão – sucesso na certa

Picnic coisitas-11

Salada de fruta é sempre uma delícia!

Picnic coisitas-9 E pra deixar tudo ainda melhor: castanhas, tomatinhos, biscoitos e frutas frescas para completar. Saudável, gostoso e fácil de fazer! Tá aí uma dica delicinha pro próximo feriado.

Fotos: Anna Chedid e Zilah Rodrigues

Produção: Ateliê Fofurices, Annita Loja, Tudo com Frutas e Das Coisinhas

6 motivos para fazer a Oficina para Sonhadores Amanda Mol

Amanda Mol é uma antiga conhecido do Das Coisinhas <3 Juntas já fizemos muita arte, literalmente. Parcerias de produtos, de divulgação, de ilustração, de coisinhas, parcerias que são sinceras, cheias de amor e por isso duram. Acho que isso nosso trabalho tem muito em comum e por isso essa junção traz tantos bons frutos.

Quando penso no que dizer para falar mais uma vez sobre o trabalho da Amanda, sempre vem à cabeça como ela se mantém firme no seu propósito, criando e compartilhando traços, sonhos e produtos lindos com o mundo. A nova oficina que ela criou mostra bem isso!

A Oficina para Sonhadores Amanda Mol nos convida para um passeio incrível pela trajetória e pelo mundo dessa mineira sonhadora e ilustradora de todo coração, como ela mesma diz. Resolvi listar aqui 6 motivos que tornam essa Oficina imperdível <3 Vamos lá?

oficina para sonhadores amanda mol

1 – Site da oficina

A experiência encantadora já começa logo que acessamos a página principal da plataforma para sonhadoras <3 O layout é um sonho (aliás, o de todas oficinas da Amanda). Lindo, leve e agradável. Dá vontade de ficar horas olhando os desenhos, mas sem dúvidas os vídeos são os melhores.

site amanda

Confira os vídeos com pílulas da Oficina no Canal da Amanda no Youtube

2 – A história da Amanda 

O curso começa com uma dose cavalar de inspiração e coisas boas. Amanda conta toda sua trajetória desde que começou a trabalhar com criação. As vontades, o apoio da família, as dificuldades, tudo tão simples, tão cheio de sonho que é impossível não se sentir inspirado.  Me identifiquei com várias situações que a Amanda descreve, como trabalhar incansavelmente para chegar em algo que tem a nossa cara, que traduz aqui que a gente é. Nada, nenhum projeto nasce pronto e assim permanece, tudo é um processo intenso de construção.

anda mol atelie

3 – Bate papo sobre criatividade

Logo nos primeiros vídeos, Amanda recebe a Bárbara Magri, fotógrafa e videomaker da Raval Filmes e também quem cuida das gravações e fotos das Oficinas online da Amanda. O bate papo também é enriquecedor e Bárbara conta como se mantém constantemente inspirada e criando, fala sobre as principais referências na hora de colocar as ideias me prática. Pela lindeza das fotos e vídeos da Raval, dá para saber que tem muita coisa boa aí.

entrevista barbara magri

4 – Passo a passo de como criar uma ilustração em aquarela

Além de falar e mostrar MUITOS detalhes do processo de criação de ilustrações e produtos da sua loja online, Amanda também dá uma aula detalhada sobre ferramentas de trabalho e de ilustração.para finalizar, ela ainda ensina como criar uma ilustração em aquarela usando uma imagem como referência. Confesso que não fui tão disciplinada e pulei essa parte, pois eu estava mesmo ansiosa pelo que vinha depois!

alce amanda mol mesa de luz

5 – Criando produtos com ilustrações

Essa foi minha parte favorita de toda oficina <3 É tão bom quando criativos que admiramos compartilham alguns segredinhos incríveis! Amanda fala sobre seus fornecedores, sobre como cria os produtos e mostra 3 passo a passo lindo de caderninhos e ímãs de geladeira criados com base em ilustrações que ela mostra como fazer, quais materiais usar e de que forma aproveitar.

Já fiz inclusive a Oficina de Ilustração da Amanda, que é imperdível! Essa Oficina me ajudou a desbloquear o pensamento de que não sabia desenhar e na última coleção da Toda Coisinha tem inclusive produto com aquarela feita por mim! <3 É a Bandeirola Raposinha do Cerrado. Aquarelei os padrões indígenas com base em pesquisas e gostei bastante do resultado. Veja aqui como ficou.

criação de desenhos e produtos amanda mol6 - Dicas valiosas para se manter sempre criativo

Pra mim, se manter criativo está diretamente ligado a tirar as ideias do papel. Amanda veio confirmar isso nos últimos episódios da Oficina para Sonhadores. Além de dicas preciosas para manter um sonhador de pé, ela conta sobre erros e acertos que já teve durante o tempo que trabalho com criação. Nessas horas, nada melhor que a voz da experiência, não é?

tattoo amanda mol

Amanda ainda finaliza a Oficina com uma conversa sincera e afetuosa sobre sonhos, sentimentos e propósito, tudo isso pra fechar com chave de ouro.

Indico qualquer produto ou serviço da Amanda Mol de olhos fechados, pois conheço de perto o trabalho dela e sei que tudo o que vem desse cantinho inspirador, vem recheadinho de amor.

Clique aqui para se Inscrever na Oficina para Sonhadores

Fotos: Raval Filmes

 

Meu Pequeno Ateliê – 6 m², muito amor e muitas funções

‘Ateliê é um termo francês para estúdio, é o lugar de trabalho de pessoas com vontade de criar e onde se pode experimentar, manipular e produzir um ou mais tipos de arte. Também é conhecida a conotação de atelier como a casa de um alquimista ou feiticeiro.’

Adoro essa definição de ateliê que encontrei no dicionário informal. Pra mim ela define bem o que faço no meu cantinho recém reformado.

Quem já acompanha o blog e costuma ler os posts, sabe das mudanças todas que aconteceram nos últimos anos: cidade nova, casa nova, vida nova. Quando escolhemos este apartamento onde moramos, um fator que pesou muito foi que ele tinha 2 quartos + um quarto reversível (que eles dizem ser quarto de empregada). Logo imaginei esse quartinho como um espaço de trabalho, pequeno, porém afetuoso, recheado de coisinhas e a ideia era colocar os planos em prática o mais rápido possível.

Atelie da Zih-18

Vem chegando <3  A cor da porta é Menina Moça, da Coral. 

Mas sabe aquela história ‘expectativa x vida real’? Pois então. O quartinho de coisinhas, com piso estourado, acabou virando um quartinho da bagunça e meu home office foi parar na sala (que foi mais um dos pontos definitivos pelo qual escolhemos o apê – ela é bem ampla). Consegui me virar assim por pouco mais de 2 anos, mas chegou um momento em que não deu mais. Meu trabalho travou e enquanto trabalhava, a preocupação com as coisas da casa não me deixava em paz. Além disso, dividir uma sala com um home office é bem complicado tendo uma adolescente em casa  e que adora chegar do colégio, assistir séries na TV e ouvir música. Home office na sala pode ser uma solução temporária maravilhosa, mas a longo prazo não é sustentável.

atelie anterior

O ateliê na sala na sua segunda versão – um pouco mais organizado do que no início.

Captura de Tela 2017-04-10 às 11.07.33

A última versão do ateliê na sala – com a Cleozinha e a mesa em um lugar mais claro <3

No meio do ano passado conseguimos trocar o piso do quartinho e pintar. De lá pra cá vim comprando móveis aos pouquinhos, cada mês um. E quando eu achava que ia conseguir finalmente arrumar o ateliê e tirar o home office da sala, surgia um imprevisto. O último foi minha irmã que passou 3 meses aqui por causa de um trabalho e o ateliê acabou virando o quarto dela.

Depois que ela foi embora, no fim de setembro, começou a correria já de produção de fim de ano junto de um enorme desânimo pessoal. Foi um momento complicado, mas quando chegou dezembro decidi que não podia mais deixar as coisas como estavam. Coloquei a mão na massa e decidi que não ia mais demorar nem enrolar para ter meu cantinho de trabalho tão sonhado e tão planejado.

atelie geral1

A mesa dobrável onde estão os quadros (na foto anterior) é na verdade onde faço as embalagens das compras da Toda Coisinha. Ela fecha e dá mais espaço no ateliê, ainda pretendo colocar uma prateleira pequena em cima dela para colocar minha coleção de cogumelos e algumas outras coisinhas.

atelie das coisinhas

Estante e armário suspenso comprados no Mercado Livre e escrivaninha do OLX – ela eu reformei e pintei. A cadeira Eames transparente já me acompanha desde Minas.

A estante ainda bagunçadinha é a realidade, nela guardo tecidos, material de costura e uma parte do estoque da Toda Coisinha. Obviamente a expectativa é conseguir deixar ela tinindo, por isso a porta de vidro. No armário suspenso (que eu mesma, com muito orgulho, montei e só precisei de ajuda pra colocar ele lá no alto) guardo o estoque de coisas maiores, como quadros, almofadas e alguns materiais de trabalho.

Obviamente, o ateliê não saiu como havia planejado lá no início, mas eu acredito que realmente tudo tem seu tempo e o universo conspira para tudo acontecer como deve ser. O tempo do universo não é igual o nosso tempo, cheio de ansiedade e de vontades. Tanto que no meio desse caminho entrei em um curso de ourivesaria e a forma como havia planejado o ateliê antes não comportava um espaço para esse novo fazer. O tempo nesse caso serviu também como um período de adaptação, de conhecimento e de reconhecimento, mesmo que eu não tivesse plena consciência disso.

Atelie da Zih-26

Do outro lado do quarto, a banca de ourivesaria e aquele arquivo que aparece cinza lá na primeira foto do post.

Para deixar o arquivo lindo assim: lixei com lixa própria para metal, passei primer para metal e depois mais 3 camadas de esmalte sintético branco fosco para metal usando um rolinho de espuma.

Atelie da Zih-28

A plantinha se chama dinheiro em penca. Vai que atrai, né?

Minhas dicas são: Use máscara (para não respirar pó de metal), óculos de proteção (metal no olho coça pra caramba) e uma luva. Forre bem a área e faça isso num ambiente bem ventilado. Eu não pintei as gavetas por dentro e lixei basicamente para tirar alguns pontos de ferrugem e deixar o móvel áspero para a tinta aderir melhor.

Atelie da Zih-32

E atrás da porta rosa ainda tem uma estante pequena onde guardo as caixas que uso para embalar as coisinhas mais cheias de amor desse planeta.

Atelie da Zih-24

A escrivaninha azul é onde produzo os acessórios e guardo as peças, alicates, flores e tudo mais.

A escrivaninha azul foi pintada no mesmo esquema. Lixei para tirar o verniz antigo, depois mais uma camada de primer (comprei um que serve para metal e madeira e com ele consegui pintar a porta, a escrivaninha e o arquivo) e depois mais 3 camadas de esmalte sintético na cor Cerca Viva, da Coral. Sim, não era para ser azul assim, queria um tom intermediário entre verde e azul. Foi um pequeno acidente creio eu que por falta de ajuste na máquina de preparo da tinta da Amoedo. Mas eu gostei do resultado. Os puxadores comprei na Caçula por R$4,90 cada <3

Atelie da Zih-25

As flores secas eu delicadamente roubei (mentira, eu pedi) da casa da Eva Mota, lá em Vitória da Conquista

Tudo isso coube nesses 6m² de puro amor <3

As fotos são da Anna Chedid, da Annita Loja