projeto social

Motivos e inspirações para amar Festa Junina

Desde o mês passado tenho aquecido meu Pinterest com muitas inspirações coloridas para Festa Junina. Essa sem dúvida é uma das festas mais deliciosas do ano por vários motivos:

comidasAcho que o primeiro da minha lista são as comidas! Muita comida! Canjica, quentão, paçoca, cajuzinho, caldinho de feijão, pastel frito, milho verde, maçã do amor, ambrosia… nhammm!

Tem também o friozinho gostoso deixa a gente com mais fome ainda pra comer essas delícias todas. hahaha Sem contar que ainda dá pra se divertir dançando e se esquentar perto da fogueira (quando tem).

festas na ruasA decoração simples, colorida e cheia de ideias fáceis de executar <3 A gente vê tanta festa linda por aí e às vezes se esquece de olhar para as festas que temos aqui no Brasil, no quanto elas são ricas culturalmente e no quanto elas também têm cores, músicas, comidas e significados maravilhosos!

Por isso criei no Pinterest um mural reunindo as melhores ideias que encontrei pela internet, olha só uma amostrinha:

inspirações para decoração de festa junina

Mas eu te recomendo fortemente a clicar logo no link.

Além da Festa Junina, na região norte e nordeste principalmente, temos também a festa do Bumba Meu Boi e que tem nomes diferentes dependendo do estado. O Bumba Meu Boi é uma festa genuinamente brasileira, de origem negra e que se mantém como uma forte característica de muitas regiões até os dias de hoje, misturando dança, música, teatro e circo ao encenar a morte e a ressurreição do boi.

Aproveitando:

produtos boiEssa semana tem uma programação pra lá de especial na Toda Coisinha! O quadro Bumba Meu Boi, ilustrado pela Ju Amora (que doou seu cachê para a campanha rsrs), está de volta! E junto dele,  vários colares com o boizinho. Durante essa semana, todo o lucro obtido com a venda dos colares Bumba Meu Boi e do quadro será revertido para os festejo juninos da Casa de Gentil, um projeto social incrível que acontece em Raposos/MG e sobre o qual já falei por aqui. Vai ter Boi, quadrilha e muita festança!

Na lojinha, todacoisinha.com , você pode conferir todas as novidades e se encantar!

Sobre as festas juninas: A festa junina como conhecemos é uma festa com características bem brasileiras e que tem muita força no Nordeste do país, apesar de ser uma festa introduzida no Brasil pelos portugueses. Na Europa, desde o período pré gregoriano haviam festas pagãs no mês de junho para celebrar o solstício de verão e as boas colheitas. A igreja católica passou a comemorar com festejos o dia de São João, no dia 24 de Junho (eram as festas Joaninas) e mais tarde de outros santos (dia 13, Santo Antônio e dia 29, São Pedro), transformando as celebrações nas Festas Juninas. 

Os jogos e brincadeiras como pau de sebo, pescaria, correio elegante, casamento na roça e os fogos de artifício, foram inseridos pelos brasileiros para que a festa ficasse mais animada. A comida típica à base de milho também é um reflexo da nacionalização da festa, pois os ingredientes usados são os que têm fartura na época dos festejos (meu marido já morou em Olinda e me disse que nos meses de Junho e Julho você até enjoa de tanto comer milho).

Fontes: Brasil Escola e Wikipedia

Encontro DoAmor RJ. Foi lindo!

por em amor, Inspira Ação, projeto social

No último sábado, dia 02 de abril, estava marcado o Encontro DoAmor, um momento especial para reunir pessoas interessadas em se cadastrarem como doadoras de medula. O Encontro foi a concretização de uma campanha online que fizemos nas últimas semanas a fim de dar aquele empurrãozinho para que de fato se tornassem doadores aqueles que tinham vontade de se cadastrar ou tinham muitas dúvidas sobre a doação de medula.

participantes doamor

Fizemos posts esclarecendo como funciona todo o processo e marcamos nosso encontro. Estipulamos uma meta de pessoas cadastradas, juntamos parceiros queridos (Amanda Mol, Ateliê Fofurices, Casa 18, …com Lola e todos que compareceram) e fomos doar! Doar vida, doar amor, doar medula e para a nossa alegria, quase todos que foram para se cadastrar como doadores de medula e estavam aptos, acabaram também doando sangue.

parceiras

Tici, eu, Emília, Emika e Tânia

meninas

Equipe Amor e Ponto <3

Foram mais 22 pessoas cadastradas como doadoras de medula (não deu pra tirar foto de todo mundo) e um monte de novos amigos que levaremos junto no coração. É claro que ficou um gostinho de quero mais, né? Já temos planos para dar continuidade ao DoAmor e ao Amor e Ponto e vocês ficarão por dentro de tudo sempre que surgir uma novidade.

zizietiago

Agora somos!

IMG_0185

Brinde da …com Lola que todos os participantes ganharam <3

Para quem não pode comparecer no sábado, a doação de sangue e o cadastro como doador voluntário de medula podem ser feitos no Hemorio, de segunda a sexta, de 09h às 18h e aos sábados de 08 às 12h.

Fica aqui o nosso agradecimento especial à Assistente Social Adriana e à enfermeira Adma, que nos atenderam com tanta presteza e compartilharam informações de forma tão clara! E também a toda equipe do Hemorio que nos surpreendeu pela dedicação e delicadeza do serviço que é público.

Exemplos reais de como a doação de medula pode salvar vidas

por em amor, projeto social

Essa última semana tenho dedicado o conteúdo do blog exclusivamente à campanha do Amor e Ponto para que pessoas interessadas possam efetivamente se cadastrarem como doadoras de medula. Temos falado sobre todo o processo de cadastro como doador, sobre casos de pessoas que precisam dessa doação e contado com a ajuda de parceiros incríveis! Tem sido maravilhoso poder juntar forças com a Emília, a Ticiane e com parceiro queridos como …com Lola e Amanda Mol para dar coro e vida a essa campanha <3

doação 4

Com muita alegria anunciamos que já temos uma lista completa de pessoas que se cadastrarão como doadoras de medula durante o Encontro DoAmor, no dia 02/04, no Rio de Janeiro. Conseguimos atingir nossa meta inicial, mas deixamos o espaço aberto para quem quiser se juntar a nós!

Nessa nossa pesquisa por casos em que a doação de medula salvou vidas, conhecemos duas histórias que nos chamaram a atenção: a da Olívia, que recebeu a medula do pai por meio de transplante Haplo Idêntico e o da Delvia, que fez a doação anônima de medula.

O transplante Haplo idêntico pode ser considerado uma revolução na medicina, pois possibilita que a compatibilidade das células seja de 50%, e não 100%. Além disso o procedimento é feito por transfusão e não por meio de intervenção cirúrgica. O doador é internado, submetido a uma série de exames e toma alguns medicamentos para induzir o aumento das células tronco no organismo.

A Gilcélia, mãe da Olívia, contou pra gente como foi o disgnóstico e o tratamento da pequena, que hoje tem 8 anos e comemora a retomada de uma vida tranquila.

1.Olívia com a Equipe da Radioterapia 2.Papai doando Medulinha para Olívia 3.Olívia no dia do Transplante (cedo)

1.Olívia com a Equipe da Radioterapia | 2.Papai doando Medulinha para Olívia | 3.Olívia no dia do Transplante (cedo)

“Descobrimos a leucemia em 09/03/2010, após ela bater o joelho no chão e parar de andar. Na ocasião ela chegou a ficar internada 3 dias tratando o joelho, até que após a alta do hospital ela teve uma febre e procurarei outro hospital onde ela recebeu os cuidados adequados

A fase do tratamento foi muito difícil pois na época ela tinha dois anos e eu tinha outro filho de apenas 1 ano.
As fases mais tristes são as internações longas. Na primeira Olívia ficou 93 dias direito no hospital. E as idas para UTI que nos deixam dilacerados.

Nos apegamos a Deus,  orando sem cessar, pois todas as noites pedimos para que ele renovasse as nossas forças
A médica da Olívia foi e sempre será um Anjo ela sempre nos disse:
_Vai dar tudo certo.

Olívia recidivou. Ou seja após ter terminado todo o tratamento ela ficou 1 ano e 3 meses sem nada. Até que um dia vi ela chegar da escola fadigada e no por do sol ela ficou febril. Entrei em estado de choque.
Liguei para a Dra. e fizemos os exames de sangue. Daí no dia 20/09/2014 tive a notícia que a LLA tinha voltado.
Dois dias depois a médica nos falou do TMO. Foi um susto muito grande. Não queríamos aceitar. Olívia não achou doador no Banco e por isso seu TMO foi Haplô-Idêntico e o doador foi o próprio pai.

Hoje a Olívia hoje está ótima e comemora dia 19/04 os 1 ano e 8 meses de pós TMO. Ela está na escola desde Fev./2015 e segue sua vida normal, com consultas a cada 60 dias em SP para fazer seu acompanhamento mas graças a Deus Tudo de Rotina.”

Olivia na praia

Olívia em sua 1° vez na Praia pós transplante

Apesar de raro, o procedimento de transplante Haplo Idêntico tem sido realizado com sucesso em muitos casos e a Delvia, conta pra gente no vídeo abaixo como foi a experiência de doar medula e a importância de manter o cadastro no Redome sempre atualizado.

Muito obrigada, Gilcélia e Delvia, por compartilharem com a gente a linda história de vocês! Esperamos que elas sirvam de incentivo para que cada vez mais pessoas se cadastrem como doadoras de medula óssea e ajudem a salvar vidas.

Para entender as etapas do processo

Por que se tornar um Doador

Por que se tornar um doador de medula

por em amor, projeto social

Hoje aproveitei o domingo de Páscoa e refleti sobre tudo o que essa data representa independente de crenças e de religião. Pensei na renovação de esperanças, na vida, sobre novos significados e mais um monte de pensamentos aleatórios que foram passando pela cabeça. Aproveitei a data para estar perto da família, para comemorar os três aniversários que temos essa semana e o sentimento de gratidão pela vida dos meus irmãos, dos sobrinhos, da minha filha, de toda a família e dos agregados não poderia ser maior.

imagem destacada medula 1

E é justamente nessas horas que lembro de histórias que me tocam, lembro que tem gente no mundo que precisa da nossa ajuda. Lembro de gente que precisa de uma medula nova para sair de um tratamento complicado, onde o amor é o que sustenta e dá forças para seguir em frente. Nessa lembrança sempre me vem à cabeça a história do Pedrinho, o “muso inspirador” da nossa campanha de doação de medula. Ele é filho de uma colega artesã e há mais de 3 anos luta contra a leucemia. Acompanho o Instagram da Fá, mãe do Pê e sempre me pego admirada pela persistência, pela força e também tento me imaginar numa situação como a que ela enfrenta atualmente. Imagino que não é fácil e chego a sentir um tiquinho do que imagino que seja o que ela sente e me alegro sempre ao ver uma foto do Pedrinho sorrindo e comemorando uma melhora ou o fim de alguma etapa do tratamento <3

Captura de Tela 2016-03-27 às 20.14.52
A Fá contou que começou a desconfiar dos sintomas que o Pedro apresentava, mas o pediatra sempre dizia que não era nada. Eram febres recorrentes e sem explicação, manchas roxas no corpo, dores nas articulações  e caroços pelo corpo. Foram 4 médicos e todos diziam que “não era nada”. Só que a Fá não se conformou, procurou um médico fora da cidade e foi aí que veio o diagnóstico que ela mais temia: o câncer de medula. Depois do diagnóstico o Pedrinho iniciou pela primeira vez o tratamento o câncer entrou em remissão por um tempo, mas no ano passado o Pedrinho precisou retomar as sessões de quimioterapia e internações.

Captura de Tela 2016-03-27 às 20.17.03

Pedrinho é uma das muitas pessoas que passa por essa situação no mundo todo. São crianças, jovens, adultos e idosos que precisam de um transplante de medula para terem a chance de se curarem do câncer. Quanto mais doares cadastrados, maior a chance de se encontrar um doador para quem precisa.

Hoje em dia há diferentes tipos transplantes e muitos casos de sucesso a serem compartilhados e é isso que mostrarei para vocês no decorrer dessa próxima semana com depoimentos e histórias de quem já doou e de quem já recebeu a doação.

O por que de se cadastrar como doador de medula é muito simples: é um gesto de amor ao próximo, é um ato que pode renovar as esperanças na vida de alguém e que também ajuda em tempos tão desconexos a reencontrar a fé na humanidade.

amor

A doação de medula é uma decisão muito pessoal, a gente sabe disso e parte de cada um decidir se quer se tornar um doador ou não. A gente respeita quem opta por não se cadastrar como doador, mas sabemos que também há muita desinformação e medo. Estamos fazendo essa campanha esperando que ela sirva como um empurrãozinho para quem se sensibiliza com assunto procurar o Hemocentro mais próximo ou se juntar a nós no dia 02 de abril, no Rio de Janeiro.

Consulte a lista de hemocentros de todo o Brasil: bit.ly.listadehemocentros

No dia 02 de abril, sábado, vamos promover o Encontro DoAmor para que as pessoas se cadastrem como doadoras de medula <3 Que tal incluir seu nome nesse banco de dados do amor?

Vamos nos encontrar às 10h, no Hemorio – Rua Frei Caneca, 8, Centro, Rio de Janeiro. Lá seremos cadastrados como doadores e depois de feito o cadastro, seguiremos para um café especial e um bate papo aconchegante a fim de nos conhecermos melhor, trocar ideias, distribuir pequenos mimos de agradecimento e realizar um sorteio pra lá de especial.

Para melhor nos organizarmos, precisamos montar uma lista de interessados que efetivamente poderão comparecer.  Após a confirmação do comparecimento, enviaremos as informações sobre o encontro :) Para isso, é só preencher o formulário abaixo:

O Hemorio também está precisando de doadores de sangue de todos os tipos! Você pode aproveitar a oportunidade e doar também! Já temos uma lista linda de pessoas que se juntarão a nós no dia 02/04 e nossa meta já foi quase atingida <3 Eba! Tem inclusive gente que já é cadastrada como doadora de medula e vai doar sangue! Vem com a gente também!