Faça Você Mesmo

Ensaio Colaborativo Flamingo Tropical

A onda flaminguenta & tropical chegou chegando nas festas, nos acessórios, vestuário e até na decoração. Há um tempo tenho notado que a febre se intensifica rapidamente e invade inclusive o Pinterest, com muitas referências encantadoras.

Flamingo na Cupula-9

Flores da Annita Loja no bolo da Delicada Doces | Cúpula de flamingo: Toda Coisinha | Macarons: La Patiss | Docinhos: Nina Et Gateau

Há uns 3 anos atrás conheci a Anna (que faz coisinhas lindas para noivas na Annita Loja) e ela foi sem dúvidas a responsável por me tornar uma adepta à febre dos flamingos. Anna, além de uma flaminguenta assumida, é uma grande amiga, inspiradora, multi artista, com quem sempre aprendo e troco muito.

Nesse tempo, os danados dos flamingos invadiram a Toda Coisinha sem dó! Invadiram também minha casa, algumas roupas e estranhamente passei a gostar e muito da cor rosa, que até então não era das minhas preferidas. Mas pense bem: uma ave rosa – ROSA, gente – uma ave e ainda com origens tropicais e nativa do Brasil.

boloe macarons abacaxi

Flamingos everywhere – Topo: Annita Loja | Quadrinho: em breve na Toda Coisinha | Macarons: La Patiss

Às vezes me pego questionando como podem essas referências todas estranhamente vindas da gringa trazerem de volta para nós mesmos (brasileiros) coisas que são daqui e que até então, talvez não enxergássemos com os mesmos olhos de quem vê de fora ou não valorizássemos. Todo esse auê em torno do tropicalismo tem despertado meu interesse por várias fatores pertinentes a esse questionamento que fiz ali em cima e  já faz um tempinho isso tem influenciado bastante minhas criações.

Esse ensaio flaminguento e tropical nasceu de paixões em comum entre amigas e colegas empreendedoras, aprendizes e curiosas. Foi uma junção de várias vontades, vários trabalhos deliciosos e que com certeza ainda renderá muito. Cada um colaborou com seu talento, com produtos fofos e deliciosos e com seu tempo. Passamos um dia inteirinho produzindo e fotografando depois de semanas de planejamento, muitas ideias e pins compartilhados.

Veja o resultado nas fotos incríveis clicadas pelas Anna Chedid:

Festa Flamingo Tropical-3 Festa Flamingo Tropical-8 Festa Flamingo Tropical-16 Festa Flamingo Tropical-21 Festa Flamingo Tropical-22 hibisco

Festa Flamingo Tropical-25drink e bolo

macarons 1

Folhagens feitas pela Annita Loja | Macarons La Patiss | Guardanapo de pano Cafofo

Sem dúvidas, foi um dia de bastante aprendizado e criatividade. Além das fotos da festa (que tinha como pretexto comemorar com um pequeno atraso o meu aniversário), ainda ensaiamos fotos produzidas por nós. Toda a concepção do ensaio e montagem foi feita em conjunto, o que tornou tudo ainda mais rico e bonito.

Créditos:
Bolos e Cupcakes: Delicada Doces
Macarons: La Patiss
Objetos de cena: Toda Coisinha
Brigadeiros: Nina et Gateau
Caixa para doces lembranças: Ateliê Fofurices
Objetos para mesa de doces: Casa 18
Flores, folhagens e topos de papel: Annita Loja
Fotos: Anna Chedid

Motivos e inspirações para amar Festa Junina

Desde o mês passado tenho aquecido meu Pinterest com muitas inspirações coloridas para Festa Junina. Essa sem dúvida é uma das festas mais deliciosas do ano por vários motivos:

comidasAcho que o primeiro da minha lista são as comidas! Muita comida! Canjica, quentão, paçoca, cajuzinho, caldinho de feijão, pastel frito, milho verde, maçã do amor, ambrosia… nhammm!

Tem também o friozinho gostoso deixa a gente com mais fome ainda pra comer essas delícias todas. hahaha Sem contar que ainda dá pra se divertir dançando e se esquentar perto da fogueira (quando tem).

festas na ruasA decoração simples, colorida e cheia de ideias fáceis de executar <3 A gente vê tanta festa linda por aí e às vezes se esquece de olhar para as festas que temos aqui no Brasil, no quanto elas são ricas culturalmente e no quanto elas também têm cores, músicas, comidas e significados maravilhosos!

Por isso criei no Pinterest um mural reunindo as melhores ideias que encontrei pela internet, olha só uma amostrinha:

inspirações para decoração de festa junina

Mas eu te recomendo fortemente a clicar logo no link.

Além da Festa Junina, na região norte e nordeste principalmente, temos também a festa do Bumba Meu Boi e que tem nomes diferentes dependendo do estado. O Bumba Meu Boi é uma festa genuinamente brasileira, de origem negra e que se mantém como uma forte característica de muitas regiões até os dias de hoje, misturando dança, música, teatro e circo ao encenar a morte e a ressurreição do boi.

Aproveitando:

produtos boiEssa semana tem uma programação pra lá de especial na Toda Coisinha! O quadro Bumba Meu Boi, ilustrado pela Ju Amora (que doou seu cachê para a campanha rsrs), está de volta! E junto dele,  vários colares com o boizinho. Durante essa semana, todo o lucro obtido com a venda dos colares Bumba Meu Boi e do quadro será revertido para os festejo juninos da Casa de Gentil, um projeto social incrível que acontece em Raposos/MG e sobre o qual já falei por aqui. Vai ter Boi, quadrilha e muita festança!

Na lojinha, todacoisinha.com , você pode conferir todas as novidades e se encantar!

Sobre as festas juninas: A festa junina como conhecemos é uma festa com características bem brasileiras e que tem muita força no Nordeste do país, apesar de ser uma festa introduzida no Brasil pelos portugueses. Na Europa, desde o período pré gregoriano haviam festas pagãs no mês de junho para celebrar o solstício de verão e as boas colheitas. A igreja católica passou a comemorar com festejos o dia de São João, no dia 24 de Junho (eram as festas Joaninas) e mais tarde de outros santos (dia 13, Santo Antônio e dia 29, São Pedro), transformando as celebrações nas Festas Juninas. 

Os jogos e brincadeiras como pau de sebo, pescaria, correio elegante, casamento na roça e os fogos de artifício, foram inseridos pelos brasileiros para que a festa ficasse mais animada. A comida típica à base de milho também é um reflexo da nacionalização da festa, pois os ingredientes usados são os que têm fartura na época dos festejos (meu marido já morou em Olinda e me disse que nos meses de Junho e Julho você até enjoa de tanto comer milho).

Fontes: Brasil Escola e Wikipedia

Manual para uma vida craft, do SuperZiper

por em compras, Faça Você Mesmo, Inspira Ação

O SuperZiper foi um dos primeiros blogs brasileiros de Faça Você Mesmo que acompanhei, até porque é um blog pioneiro nessa área por aqui. Não bastasse ser um dos primeiros, mesmo estando desde 2007 na ativa, continua sempre entre os melhores, oferecendo conteúdo de qualidade, daqueles que sempre nos despertam a vontade de colocar a mão na massa.

Captura de Tela 2016-03-16 às 09.16.30A mais nova empreitada da Andrea Onishi e Claudia Fajkarz, criadoras do SuperZiper, é o Manual Para Uma Vida Craft, que reúne um apanhado de projetos ,dicas, ideias, listas, infográficos e ilustrações para introduzir o leitor ao universo craft. O livro ainda conta com boas pitadas de cor, imagens bem elaboradas e bom humor, como por exemplo nos “Mandamentos para uma vida mais craft”, onde são retratadas cenas comuns do cotidiano de quem transita por esse universo artesanal. “Não encarnará o doido da loja de tecidos, comprando materiais dos quais não precisa apenas por impulso consumista” é um dos clássicos exemplos que ilustram esses mandamentos.

No vídeo dá para te ruma ideia de quanta dedicação e quanto amor tem nesse livro!

Claro que além de 20 projetos para colocar em prática, as autoras ainda dão uma série de dicas para escolher as melhores técnicas, se organizar, montar e cuidar do seu ateliê, além de dicas para evitar a procrastinação (parte muito importante rs), sugestões de cursos, livros, filmes, endereços de lojas para comprar materiais e até um guia sobre quais materiais básicos são precisos para começar a se aventurar. No fim do livro você encontrará um glossário que ajuda a entender melhor esse mundo craft e também vários moldes dos projetos apresentados no livro.

Pra quem tá curioso sobre os projetos, já adianto que tem uma sacolinha em estilo japonês para carregar marmita; uma mochila multiuso; um colar de retalhos; uma almofada em forma de nuvem; um bolso de tecido para aplicar em uma camiseta; um porta-cartas; um acessório refletivo para tênis e mais outras 13 coisinhas lindas para fazer!

Já li a versão digital do livro, mas confesso que agora estou morrendo de vontade de ter um exemplar físico para chamar de meu <3

Você pode encontrar o livro para comprar nos seguintes sites: Americanas, Amazon, Saraiva

Bora ajudar as amigas blogueiras e compartilhar essa novidade maravilhosa!

Como fazer: mala encantada da Toda Coisinha

No final do ano passado participei de algumas feiras com a Toda Coisinha e queria que meu stand tivesse algo diferente. Nas feiras aqui do Rio de Janeiro é comum os stands terem uma super estrutura, toda de madeira, com iluminação, piso e tudo mais. Só que para isso, os custos são altos se somados aos valores que cobram pela participação nas feiras daqui. Não dava para investir alto sem saber qual seria o retorno que eu teria.

Stand na Babilionia feira hypeComo eram minhas primeiras feiras em terras cariocas, optei por buscar soluções de baixo custo. Comprei tapete de grama sintética, montei minhas próprias luzinhas gambiarra para iluminar o stand e chamar a atenção, comprei expositores de metal que estavam em conta e uma mala antiga para usar como expositor dos acessórios. Isso, somado aos acessórios e balangandãs que levei daqui de casa, foi suficiente para deixar o stand com a cara da Toda Coisinha <3

IMG_7208

A mala fez o maior sucesso! E particularmente, ficou linda! É um dos meus xodozinhos e continuará me acompanhando por um bom tempo. E como sei que muita gente procura soluções para expor seus produtos de forma criativa, resolvi compartilhar por aqui como foi o processo de customizar a mala. Logo adianto que não tenho muitas fotos do processo, pois foi difícil fazer e ir fotografando, mas prometo explicar direitinho como foi que fiz e se tiver qualquer dúvida, pode perguntar!

Precisei de:

  • Mala para customizar
  • Tesoura afiada para cortar tecido e a espuma
  • Um pedaço de uns 80cm de um tecido de algodão fofo
  • 1,5m de cetim
  • Régua e fita métrica
  • Cola para tecido
  • Cola quente
  • Tubos de espuma tipo espaguetti (achei o branco no Saara)
  • Manta acrílica ou enchimento de almofada
  • Um suporte tipo suporte para toalhas (tem que ser na medida da mala e por sorte eu já tinha o que usei aqui)
  • Porcas para os parafusos do suporte

1 – O primeiro passo foi limpar a mala e deixar ela aberta por um tempo. Também passei um pano umedecido com vinagre pra tirar o cheio de guardado. Também arranquei um bolso que havia na parte interior da tampa para ficar bem lisinha, já que ali iria um forro de cetim. Ah! Comprei a mala pelo Mercado Livre!

primeira parte mala customizada2 – O primeiro tecido que a gente usa para dar o toque especial é o de algodão, na emenda das duas partes da mala (circulado em rosa). Meça o tamanho e corte o tecido com sobras de 2cm de cada lado. Você vai dobrar essas sobras para fazer a baínha  passando cola no avesso das sobras e dobrando para trás, para que não fique nenhum fiapo ou recorte torto aparente. Passe a unha ou uma régua por cima para o acabamento ficar mais bem feitinho e eu garanto que é mais fácil do que parece deixar tudo retinho.

cola na lateral

Cola na mala e tecido por cima

tecido dobradinho com cola

vê só a baínha que dei nele com cola

3 –  Depois você vai repetir o mesmo processo na parte interna da mala, nas laterais de cima e debaixo. Medi a altura das laterais tanto inferior, quanto superior e também o comprimento interno. Fiz os recortes no tecido com uns 8cm a mais para cima e uns 3cm para os lados, para dobrar as pontas e também para o acabamento ficar legal por baixo.

acabamento final

Acabamento no encontro dos tecidos nas laterais – baínha feita com cola

mala aberta forrada

Ali em cima onde ficam as alças de pano da mala, fiz um recorte no tecido e escondi por baixo delas.Pode cortar o tecido sem dó, depois é só fazer o acabamento bonitinho com cola mesmo.

tubo de espuma4 –  Forrei a mala com a manta acrílica para que os tubos de espuma não ficassem muito baixos. Cortei os tubos (que têm uns 2 m) com tesoura mesmo, nas medidas da mala. Precisei de 2 tubos para preencher essa mala que tem 80x45cm) e não tem problema se precisar emendar um no outro, é só passar cola quente, Nesse passo, tem um segredinho, que é quando colocar os tubos na mala, passar cola quente somente na parte debaixo. não pode passar em cima! E assim fui encaixando um por um.

tubos na mala

5 –  Agora lascou-se, pois chegou a parte em que não tenho fotos. Mas é simples, vamos lá. Para forrar a parte com a espuma com o cetim, você usará a medida da mala acrescentando 30cm na largura e o dobro da medida para o comprimento, que vai encaixar entre os tubos de espuma.

Colei o cetim com cola quente (a cola branca mancha ele muito) na parte debaixo e com a ajuda de uma régua fui encaixando entre os tubos de espuma. Para esse encaixe não precisa de cola. Depois, com a régua mesmo, vá encaixando o cetim nas laterais (as que ficaram sem cola, lembra?). Se sobrar algum tecido na altura, é só enrolar e acomodar atrás do último tubo.

todacoisinha1

Os tubos forrados com cetim já com as coisinhas em cima. Foto: Magê Monteiro

A parte da tampa da mala forrei também com cetim, mas fiz uma dupla camada, como se fosse uma capa de almofada sem enchimento. Isso para que as marcas da cola não aparecessem. Desenhei 2 vezes a forma da tampa no cetim nas medidas certas, deixando 2cm de sobra nas laterais na hora de cortar. Passei a cola nessas sobras do lado brilhante (lado brilhante com lado brilhante) e deixei um buraquinho de 10 cm para poder virar o tecido depois de secar a cola.

A cola secou, virei o tecido sem problemas e finalizei fechando o buraquinho com mais cola. Depois colei essa capa de cetim na parte da tampa. Para finalizar, usei mini grelôs (esses pompons em tira) para esconder o acabamento. Sim, foi por isso mesmo que usei e colei eles também.

O suporte tipo para toalhas que serviu para pendurar os colares foi encaixado furando a tampa que é de couro e papelão, então foi tranquilo. Do lado de fora prendi os parafusos com um tipo de porca plástica para parafuso.

IMG_7268

Xodozinho de mala, na loja da Isabela Konstantin, em Nova Lima

E não é que depois a mala ainda ganhou uma cria!? A outra malinha fiz com uma caixa de vinho antiga e uma graminha sintética. Ela ficou na loja da Isabela Konstantin – na Rua Chalmers, 9, Centro, Nova Lima/MG – e sempre estará por lá cheinha de coisinhas.

IMG_7504 IMG_7494