Dona da Cozinha

Pastel de forno integral com recheio de cogumelos

por em Dona da Cozinha
Hoje invadi a cozinha para postar aqui uma receita que deu uma saudade danada esses dias. Para variar um pouquinho, tem cogumelo no meio. Foi uma coisa meio que inventada, ainda nos tempos em que o blog nem existia. Então, quando fiz, postei lá no receitas.com e só depois de ganhar quase um quilo de cogumelos (obrigada, Elzinha!) me lembrei da receita! Até porque fiquei desesperada para fazer algo com eles antes que estragassem.
Pastel de forno integral com recheio de cogumelos


Ingredientes:

Massa:
  • 1 xícara de farinha de trigo integral
  • 1 xícara de amido de milho
  • 1 colher de chá de sal
  • 100g de margarina em temperatura ambiente
  • 2 ovos
  • 1 gema para pincela (opcional)
Recheio:
  • 300g de cogumelo (usei Flórida, mas pode ser qualquer outro  – comestível, ok?)
  • 1 colher de sopa de azeite
  • 2 colheres de sopa de shoyu
  • 1 colher de chá de sal
  • 1 dente de alho picadinho
  • 1/2 cebola pequena picada
  • Pimenta e outros temperos que você goste
Modo de Preparo:

Massa

Misture a farinha, o amido e o sal. Faça um “ninho com os ovos e a margarina dentro. Misture até formar uma massa homogênea e consistente (que não gruda na mão). Se necessário, coloque um pouquinho mais de farinha.
Abra a massa com um rolo em uma superfície polvilhada com farinha. Corte no tamanho desejado. A massa não deve ficar muito fina, nem muito grossa.

Recheio

Lave os cogumelos rapidamente e pique.
Esquente bem o o azeite numa frigideira e doure a cebola e o alho. Coloque o sal, o shoyu e os outros temperos quando estiver bem dourado. Depois, coloque os cogumelos bem rapidinho (cerca de um minuto no fogo, se não ele solta muita água).
Coloque o recheio nas rodelinhas de massa e feche, apertando as boras com um garfo.
Se quiser, pincele com uma gema batida os pasteizinhos.
Leve ao forno pré aquecido por 20 minutos.
——————————————————————————————————————————
Momento aleatório: Achei essa imagem e quis colocar aqui. Achei ela tão linda! Queria um quadro dela na cozinha da minha casa.

Imagem daqui

Todo dia é dia de bolo!

por em Dona da Cozinha

Eu volteeeeeiii, agora pra ficar…. Desculpem a sumida, mas a correria por aqui tá grande!
Bolo quentinho saindo do forno, aquele cheirinho por toda casa… Bolo lembra casa de vó, de mãe, de tia, lembra infância, carinho, aconchego… Além disso, os bolos são bem democráticos, e são fáceis e rápidos de fazer,  permitem várias combinações de sabores e os ingredientes são acessíveis.

Desde que decidi aprender (de verdade) a cozinhar, eu apanhei um bocado para fazer um bolo decente. Já fiz bolo que solou, que embatumou, que saiu do forno lindão e depois, puf… afundou. Já tive bolo queimado, ressecado e depois de muitas tentativas, bolos gostosos. De desafio, fazer bolo acabou virando um dos meus passatempos favoritos.
Às vezes lembro dos bolos que marcaram a minha infância, os bolos incríveis da Dona Conceição, o bolo mesclado e a queca da Vó Zenaide, os bolos lindos e deliciosos da Sônia Karklin, a avó da Mari,  e a broa de fubá da Tia Tereza. Até minha mãe, que diz que não gosta de cozinhar, fez bolos de aniversário que marcaram época para mim e meus 5 irmãos. Alguns saíam meio tortos, desajeitados, teve até bolo que pegou fogo,  mas todos muito gostosos. E sinceramente, por mais que a receita seja a mesma, nenhum bolo sai com o sabor exatamente igual àqueles (ou pelo menos como minha memória registrou aqueles sabores). 
Bolo em forma de coelho feito pela D. Conceição e decorado pela Maysa e pelo Tio Luís para essa pessoa que vos escreve
 Bolo de farol feito pela minha mãe, a Maysa, que acabou incendiando toda a mesa para o filho n. 01, Pedro. 

 Bolo torto da mãe, feito para o João Victor (filho nº4)

Escolhi para compartilhar aqui hoje uma receitinha mega fácil de broa de fubá, que não é a da Tia Tereza, mas é beeem parecida. Assim que eu casei (oficialmente há 5 anos), uma amiga me passou 5 receitas fáceis e gostosas de bolos. Entre elas estava esta broa de fubá que foi tirada daqui e é perfeita para ser servida com um cafezinho e acompanhar uma boa prosa. 

Receita da Broa de Fubá
Ingredientes:
1 copo de fubá
3 ovos
1 copo de açúcar refinado
100 g de queijo
1 copo de óleo
1 copo de leite
1 colher de chá de fermento
1 colher de café de sal
Preparo:
Pré aqueça o forno a 180 graus. Unte e enfarinhe uma forma redonda com furo (tipo de pudim).
Bata no liquidificador os ovos, o óleo e o açúcar.
Acrescente o leite, o fubá e o queijo e bata por mais 5 minutos.
Adicione o sal e o fermento e pulse para misturar todos os ingredientes.
Leve a forno por aproximadamente 40 minutos, ou até que ao enfiar um palito de dente no centro da massa,
ele saia limpo.
Ê trem bão sô!
Este post foi escrito pela Bebel para a sessão Dona da Cozinha

Gingerbread

por em Dona da Cozinha

Depois que a Bebel chegou pra tomar conta da cozinha do blog, nunca mais postei minhas receitinhas preferidas por aqui. Só que a Bebel resolveu dar uma sumida (deve ser porque anda cozinhando muito), então tive que passar por aqui só para deixar tudo ajeitadinho e com cheirinho de Natal.

Natal é aquela coisa que logo de cara é associada com comilança e aqui não é diferente. No ano passado testei pel primeira vez a receita de Gingerbread e adorei! Gostei tanto que acabou virando assunto para post pois tenho certeza de que quem testar há de adorar!

O Gingerbread é uma massa com especiarias tradicional dos Estados Unidos e muito comum na época do Natal. Nela vai pó de gengibre, canela, noz moscada e melaço (susbstituído por Karo). Pode ser que muitos não saibam de nome o que é (como eu mesma não sabia há um tempinho atrás) mas tenho certeza que todo mundo já viu o tal do Gingerbread, fosse em forma de uma casinha decorada, fosse em forma de um biscoito de boneco.
Esse encanto pelas casinhas e pelo bonequinho foi o que fez querer testar a receita e ver no que dava. O resultado foi muito dos bons e no Natal passado comemos bonequinhos de gingerbread até falar que chega. Esse ano acho que não será muito diferente, minha única vontade é ousar um pouquinho mais e tentar montar uma casinha com as crianças.
Receita do Gingerbread
Ingredientes:

3 xícaras de farinha de trigo
1/2 colher de chá de bicarbonato de sódio

1/2 colher de chá de sal 

1 colher de chá de gengibre em pó

1 colher de chá de canela em pó

1/2 colher de chá de noz-moscada em pó

1/2 colher de chá de cravo em pó (tirei o cravo da minha receita porque não sou muito chegada)

1/2 xícara de gordura vegetal hidrogenada

1/2 xícara de açúcar cristal

3/4 xícara de melaço (pode substituir usando mel ou glucose de milho – Karo)

1 ovo batido


Modo de preparo:

Pré-aqueça o forno a 180°C. Em uma tigela grande, misture a farinha, o bicarbonato, o sal e as especiarias. Em panela grande, derreta a gordura e deixe esfriar um pouco. Adicione o açúcar, o melaço e o ovo e misture bem. Junte 2 xícaras da mistura de farinha e volte a mexer. Despeje em uma superfície levemente enfarinhada. Adicione o restante da mistura de farinha conforme necessário e amasse com a mão. A massa deve ficar firme. Estique a massa até que ela fique com cerca de 0,5 cm de espessura e corte.

Leve para assar sobre uma folha de papel manteiga por 10 a 15 minutos ou até que as bordas fiquem douradas. Espere 3 minutos para retirar a folha de papel. Deixe esfriar completamente.
Mesa do café da manhã no Natal
Gingerbread em outros formatos decorando a mesa de doces

*Essa receita é do blog Barra Doce


Já a cobertura, é feita com glacê real (Para quem quiser ver receitas tem aqui e aqui). Ano passado comprei um em pó que dizia que era só adicionar água e bater, mas achei mega estranho! Primeiro a quantidade de água que mandava colocar fez o pó virar uma farofa, acrescentei mais água e ele ficou meio molengo e doce demais. Esse ano tentarei fazer outra receita que use o pó de merengue e o açúcar separados. Por via das dúvidas, já deixei tudo sinalizado ali para vocês :)

Esses biscoitinhos são uma ótima pedida para quem também quiser presentear com carinho, não acham?

Biscoitinhos Quebra Quebra

por em Dona da Cozinha

Cada uma das receitas que separo para postar aqui tem uma história diferente. Muitas delas chegaram até mim através dos livros de receitas de família, vizinhas, amigos e pesquisas sobre ingredientes que vez ou outra estavam de bobeira no armário de casa. Como já disse, a parte mais  gostosa e que me lembro com muito carinho da minha infância foi passada xeretando a cozinha da casa da minha vó. Cheiros, sabores e muita inspiração…


Eu e a Dona das Coisinhas, além de dividirmos muitas coisas, também já fomos sócias. E como ainda  estamos em novembro mas as luzes e as vitrines nos lembram que o Natal já está chegando, o post de hoje fala de um Natal que rendeu fornadas de histórias divertidas e muitos biscoitinhos.



Nossa paixão por fazer biscoitinhos vem de longa data e essa poderia ser uma história sobre “A Fantástica Fábrica de Biscoitos”. Lá no inicinho dos anos 90, a o Papai Noel trouxe para a Zilah uns apetrechos lindos para fazer biscoitos. Só que ela era muito pequena para mexer com forno, então, incentivadas pelo Tio Luís, fizemos uma sociedade e começamos nossa produção de biscoitos. 

O tio patrocinava a compra dos ingredientes, eu preparava os biscoitos e cuidava do livro de caixa (sim, havia um), a Zilah ajudava na cozinha,  embalava os biscoitos e vendia na esquina de casa. Nossa aventura com os biscoitos não deve ter durado mais que uma semana, mas foi uma experiência muito divertida. A receita que fazíamos naquela época foi ensinada pela Dona Conceição, e testada pela Tia Lydia que adorava um docinho e gentilmente nos cedia a cozinha da casa para a produção das guloseimas. Era um biscoitinho quebra quebra de maisena super fácil de fazer.

Nossos biscoitos tinham formato de bichinhos, estrelinhas, florzinhas e fofurices do tipo. Depois de prontos, eles eram embalados em saquinhos de celofane transparente, amarrados com fitinha de coraçãozinho e iam para um cestinho todo enfeitado que a Zilah carregava, toda importante, rua afora. A clientela era fiel e o faturamento foi certo enquanto a fábrica durou.

Dia desses estava a procura de uma receita de biscoitos para fazer com meus filhos num dia chuvoso e eis o que encontro? A tal receita dos biscoitinhos quebra quebra. Que tal botar a mão na massa?


Biscoitinhos Quebra- Quebra

Ingredientes:


500 g de amido de milho

150 g de açúcar

1/2 col. (sopa) de fermento em pó

1/2 lata de leite condensado

2 ovos

125 g de manteiga 

1/2 col.(sopa) de essência de baunilha

Preparo:


Coloque o amido de milho, o fermento e o açúcar em uma tigela.  Bata os ovos, a baunilha, a manteiga e o leite condensado no liquidificador. Em seguida, misture  com o amido de milho e amasse até dar ponto para abrir. Se necessário acrescente um pouco mais de amido de milho para chegar à consistência certa. Abra a massa com um rolo e corte com os moldes. Leve para assar em forno pré aquecido a 150 graus em forma untada e enfarinhada. Preste atenção enquanto os  biscoitos assam, pois eles não devem dourar muito.

Espero que gostem! 


Beijo e até a próxima!


Bebel