Dona da Cozinha

Risoto de Catupiry com Tomate Seco para um jantar especial

por em Dona da Cozinha
* Este post foi escrito pela Bebel, para a sessão Dona da Cozinha
O Dia dos Namorados está chegando e que tal preparar um jantarzinho em casa para você e seu bem? Eu sou daquelas que detesta sair para almoçar/jantar fora de casa nessas datas comemorativas, como Páscoa, Dia das Mães, dos Namorados…Sempre tem restaurantes lotados,  fila de espera, etc, etc, etc… Então nesses dias eu vou para o fogão e me divirto preparando comidinhas gostosas para comemorar ao lado da família ou do maridão.
Há alguns anos aqui em casa o Dia dos Namorados é uma data que comemoramos com a família reunida com um jantarzinho especial para dois, mais as crianças e quem mais aparecer.  E depois escolhemos outra data aleatória para deixar as crianças com as tias e sair sozinhos para comemorar.
Desde que decidi que queria aprender a cozinhar, acho que o prato que mais executei foi risoto. Risoto de cogumelo, risoto de gorgonzola com nozes, risoto de frango com limão siciliano, risoto, risoto, e mais risoto. E desde a nossa viagem de lua de mel para a Itália, o que o maridão mais adora comer? Adivinhem? Risoto! Além de ser um dos pratos preferidos dele, é um dos poucos que ele também sabe fazer hehehe
Esta receita de Risoto de Catupiry com Tomate Seco é bem rápida, fácil e serve de 03 a 04 pessoas, mas se você e o namorado forem daqueles bem comilões, a quantidade é boa para os dois. Aconselho você a preparar todos os ingredientes com antecedência e deixar tudo a mão. Na hora que a fome bater, é só correr e preparar, já que o arroz leva mais ou menos 20 minutos para cozinhar e depois de pronto, o risoto tem que ser servido imediatamente.
Ingredientes: 
  • 1 litro e meio de caldo de legumes (não use o de tabletinho, gaste um pouquinho mais de tempo e siga essa receita aqui, que dá uma diferença… e o que sobrar você pode congelar por até 3 meses)
  • 3 col. (sopa) de cebola bem picadinha
  • 10 tomates secos picados em tiras
  • 200 g de Catupiry em pedaços
  • 2 col.(sopa) de manteiga
  • 2 col. (sopa) de azeite
  • 350 g de arroz arbório ou carnaroli (próprios para risoto)
  • 1 xíc. (chá) de vinho branco seco
  • 4 col. (sopa) de parmesão ralado
Preparo:


Aqueça o caldo de legumes já pronto e mantenha-o quente durante o preparo do risoto. Em uma panela de fundo grosso, esquente o azeite e doure a cebola. Em seguida acrescente o arroz, mexa bem até que ele comece a ficar transparente. Adicione o vinho branco e espere evaporar, mexendo. Acrescente então, duas conchas do caldo de legumes  e continue mexendo. Repita o processo até que o arroz cozinhe, o que deve levar de 18 a 20 minutos.  O arroz deve ficar al dente. 
Acrescente o Catupiry e mexa bem até que ele incorpore ao arroz, adicione os tomate seco. Apague o fogo e adicione a manteiga e o parmesão ralado. Mexa bem e sirva em seguida.
E um feliz Dia dos Namorados!
<3 <3 <3 <3
——————————————————————————-

Licença, gente! Zilah falando! Resolvi dar um pitaco e sugerir um jantar a luz de velas (com velinhas dentro de potinhos de vidro reaproveitados mesmo) pra acompanhar o risoto. Eu provei e aprovei, então se eu fosse vocês não perdia tempo e preparava uma surpresinha dessas logo. 

Polentinha com ragu

por em Dona da Cozinha

*Post escrito pela Bebel, para sessão Dona da Cozinha

Agora que a Zilah já explicou meu sumiço aqui da cozinha do blog, me senti praticamente intimada a voltar. E já que por aqui a temperatura começou a cair e o friozinho começa a tomar conta, nada melhor que uma receitinha fácil e reconfortante para os noites mais frias.Uma Polenta mole com Ragu de Carne na Cerveja. A receita da carne é um coringa, porque é prática, rápida, gostosa e vai bem com pãozinho e outros acompanhamentos também. 

Quem ensinou a receita desta carne foi a dona Lourdes, uma vizinha famosa aqui nas redondezas pelos quitutes que prepara. A receita original é feita com lagarto bovino e depois de cozida a carne é fatiada bem fininha. Fica uma delícia, mas como acompanhamento para a polenta é melhor fazer um ragu, que é a carne bem desfiadinha. 

Já polenta é um prato típico do norte da Itália, mas que lembra muito o angu da culinária mineira.

Então chega de prosa e vamos ao que interessa.

Para fazer a carne: (muito fácil)

Ingredientes:


- 500 g de coxão mole (ou chã de dentro) em cubos grandes

- Sal e Pimenta do Reino a gosto

- 1 lata de cerveja preta

- 1 envelope de creme de cebola 

- 1 sachê de molho de tomate

- 1 folha de louro

Preparo:


Tempere a carne com o sal e a pimenta. Em uma panela de pressão, misture o restante dos ingredientes. Acrescente a carne e leve ao fogo por cerca de 30 minutos, depois que a panela começar a chiar. Em seguida, desfie a carne com a ajuda de dois garfos.  


Para fazer a polenta (mais fácil ainda):


Ingredientes:

- 125 g de farinha de milho para polenta (é um pouco mais grossa que o fubá)

- 1 litro de água fervente
- 1 colher (sopa) de manteiga
- 50 g de queijo parmesão ralado
- Sal e Pimenta do reino a gosto

Em uma panela fora do fogo, misture a farinha de milho e a água. Mexa bem para não empelotar. Leve ao fogo até engrossar. Desligue o fogo, acrescente a manteiga e o queijo e mexa bem. Acerte o sal e sirva em seguida com o Ragu de Carne e Cerveja  por cima. 

Para quem não come carne vermelha, uma opção que também fica muito saborosa é servir a polenta acompanhada de um mix de cogumelos refogados com molho de soja. 
Aí é só curtir o friozinho!

Um post Bem Bolado

por em amor, Dona da Cozinha
Vamos falar de coisa boa? E não é de iogurteira TopTerm, nem de Tecpix (Desculpem o trocadilho terrível, mas toda vez que alguém diz que vai falar de coisa boa isso me vem à cabeça). Hoje eu vim aqui falar de coisa gostosa e me desculpem também pela maldade que em alguns momentos esse post possa parecer ser. Por mais que vocês cheguem a pensar isso, ele só tem um objetivo: compartilhar por aqui as delícias que a minha irmã mais velha, a Bebel, vem fazendo. 
O melhor brownie do mundo
Morro com esses brigadeiros de chocolate belga <3

Há uns 8 meses atrás, a Bebel decidiu dar um tempo na carreira frenética de jornalista, no caos das redações e resolveu investir mais tempo na família, na casa e em projetos pessoais. E foi no meio disso que surgiu a ideia da Bem Bolado Bolos e Lanches Caseiros, um pequeno negócio que traz pra gente aquela sensação de conforto das mesas fartas do lanche da tarde na casa da vó, do café da manhã gostoso em datas especiais e de presentes cheios de doçura e carinho.

Desde então, a Bebel vem dedicando parte do seu tempo ao fazer de bolos, biscoitos e doces sob encomenda. E ela faz isso quando não está cuidando do João e do Antônio, os sobrinhos mais fofos do mundo ou então quando não está enfiada em outra cozinha, como a do curso de gastronomia que ela está fazendo.
Lembram da caneca da Páscoa?

Bom, e o que eu tenho a ver com isso? Além de a Bebel ser minha irmã e merecer todo meu apoio na divulgação do seu empreendimento (quantas vezes já disse por aqui que admiro demais gente que se aventura por esses caminhos?), a gente fez uma parceria ótima. hehe

A parceria é a seguinte: eu faço as fotos dos produtos, treino meu olhar, babo muito e depois das sessões posso devorar tudo, dar de presente, como quiser. Como é um pequeno negócio, ela ainda não tem grana pra me pagar (acho que tô cumprindo bem meu papel de irmã, né?), mas tem talento de sobra para fazer os bolos mais fofos, os biscoitinhos mais crocantes e os brigadeiros mais deliciosos que já comi em muitos anos.

As fotos com fundo de madeira são da primeira fase do projeto de fotos, na tentativa de fazer um visual mais aconchegante. Mas com a finalização da identidade visual da Bel Bolado, feita pelo Guilherme (o mesmo designer que fez o layout do blog), escolhemos o xadrezinho e as rendas bem delicados.

Amanteigados
Caixa de brigadeiros gourmet
Bolo de frutas vermelhas com chocolate branco
Bolo de frutas <3
Mais da Páscoa 

Bolinho integral de banana
Cookies <3
Páscoa

Inclusive, se for por isso que ela sumiu da cozinha do blog, acho que a gente até perdoa, né?

Outras fotos podem ser conferidas na página da Bem Bolado no Facebook, no meu Flickr e no Instagram, que vive cheio de spoilers.

Bolo fofo decorado com açúcar

por em Dona da Cozinha, Faça Você Mesmo
O post de hoje é um meio passo a passo, meio dica. De tão fácil que é de reproduzir, não precisava nem de passo a passo, bastava a ideia. Mas a belezura é tanta, que dá prazer fotografar coisinha por coisinha.
Mas antes, tem uma historinha que é a seguinte: fazia tempos que eu e o fogão andávamos meio distantes e durante uns bons meses, nem vontade de ir pra cozinha tive. Quando um monte de coisa acontece ao mesmo tempo, esquecemos de que o simples fato de fazermos as coisas que gostamos, que nos distraem, faz a gente esquecer um pouco das confusões e desgostos desse mundo. E às vezes é tanta coisa, mas tanta coisa, que esquecemos até que temos essa opção de nos distrairmos.
Depois de passar por umas reviravoltas e muitos loopings nesses últimos meses, estamos reorganizando nossa rotina, eu e a Mari, eu e o blog, eu e a cozinha, eu e meus planos, eu, noivinho e nossos planos e só espero que isso dure. 
Bom, agora vamos ao que interessa. Eu tava falando do bolinho fofo decorado com açúcar que fizemos semana passada. A receita do bolo é essa aqui, de maçã com canela, feito em forminhas de cupcake. Pra fazer uma gracinha a mais, usei coraçõezinhos de papel, açúcar de confeiteiro e um coador. Como?
Você vai pegar o coraçãozinho (que pode ser também bolinha, nuvem, estrela…), colocar sobre o bolo (que também pode ser um bolo grande) e depois polvilhar açúcar de confeiteiro peneirado direto do coador.
Tá bom ou quer mais? Fácil, né?
Só tem um porém: se o bolo for úmido (e na maioria das vezes é), tem que decorar na hora de servir para o açúcar não derreter. 
Fica um charme para decorar mesas de chá da tarde, piquenique e café da manhã do Dia das Mães, hein?

E você também pode colocar numa caixinha e dar de presente. A receita é uma delícia e com essa mãozinha do açúcar fica tudo lindo!