Dona da Cozinha

Hamburguer Caseiro para fazer junto das crianças

por em Dona da Cozinha
*Este post é um presente da Bebel, para a sessão Dona da Cozinha
*Atualização: O título do post tinha realmente ficado estranho, por isso mudei (Hamburguer Caseiro para fazer com ou sem as crianças). Apesar de ser bem óbvio que a ideia era que as crianças participassem e se divertissem preparando a comida.
Bom, mas teve gente que ficou com dificuldade de entender ou preferiu sair fazendo piadinha em vez de dar um toque, atualizei o título porque realmente tinha ficado esquisito. Mas como sempre, a capacidade do ser humano de ser maldoso em vez de tentar ajudar me surpreende.

Quem é, nasce pronto! Já dizia a D. Zenaide. Mas e quem não é? Bate cabeça na vida até encontrar o que nasceu para ser, eu diria…
Depois de bater um pouco a cabeça por aí, eu me encontrei na cozinha, transformando afeto e carinho em doces, compartilhando amor em forma de comida. Mas como doceira que sou, e que por profissão escolhi ser, tem um lado conflitante com meu lado mãe, porque uma das minhas maiores preocupações é cuidar da alimentação dos meus filhos, inclusive melhor que a minha.
Apenas morrendo com a fofura do Tonton <3

Acho ótimo que cada vez mais pessoas se interessem por comida, por cozinhar, conhecer o alimento que estão comendo e as formas de preparo. A cozinha é e deve ser cada dia mais democrática e acolhedora. Em Nova Lima (nunca ouvi em outros lugares), quando se quer dizer que tem amizade, intimidade com uma pessoa, costuma-se dizer: Fulano?! Ah, fulano é da cozinha lá de casa.

A cozinha é o coração da casa. Desde pequena, sempre enxerguei a casa assim. Talvez porque fui menina criada com vó, materna (d. Zenaide) e vó de coração (d. Conceição). Espero, sinceramente, que esta onda foodie tenha vindo para ficar. Seria excelente que todas as mães e pais tivessem tempo para cozinhar com e para seus filhos desde pequenos.
Qual criança não gosta de hamburguer? Eu sinto arrepios na alma a cada vez que as crianças pedem para ir a um fast food. Mas de vez em quando os levo sem maiores dramas de consciência. Hoje em dia, toda vez que rola um pedido para ir a um fast food, eu sempre apresento a opção: Que tal a gente preparar uns hamburguers em casa?! E tem funcionado!!!
Com uma receita prática, fácil e deliciosa de hamburguer caseiro grelhado sem óleo, com carne de procedência conhecida e feito com a ajuda dos pequenos, dá até para comer feliz e sem culpa! hahaha

Hamburguer Caseiro do Jamie Oliver

Ingredientes:

  • 500 g de carne moída (eu uso patinho)
  • 12 biscoitos cream cracker esfarelados 
  • 1 ovo
  • 1 punhado de salsinha picada
  • 1 punhado de cebolinha picada
  • 1 col. (chá) de mostarda
  • Sal e pimenta a gosto
Modo de Preparo:
Para esfarelar os biscoitos sem fazer bagunça, coloque os dentro de dois saquinhos plásticos. Envolva o saquinho em um pano de prato e com o martelo de carne ou o comum mesmo, quebre os biscoitos até obter uma farinha bem fina.

Em uma tigela misture bem todos os ingredientes, amassando com as mãos. Divida a massa em 5 porções e faça bolinhas com cada uma delas. Molde os hamburgueres, regue com um fio de azeite, cubra com plástico filme e leve a geladeira por 15 minutos. Depois é só grelhar em frigideira anti aderente.

Para acompanhar:

Eu e a Zilah testamos a receita de formas diferentes. Ela preferiu fazer com batatas, pão, queijo, cebola, alface e tomate e aqui encaramos algo mais leve, somente o queijo, tomates e as batatas.

Então aqui vão algumas dicas para o preparo e acompanhamentos:

Para derreter o queijo: Assim que o hambúrguer corar dos dois lados e estiver quase pronto, pingue um pouco de água na frigideira e tampe por alguns segundos.

Perfect Roasted Potatoes


Essas foram feitas pela Zilah, sem serem cozidas antes. Funciona bem também.

Coloque água para ferver e pré aqueça o forno à 220ºC. Corte as batatas em palitos largos ou metades. Assim que a água ferver, coloque as batatas e deixe por 10 minutos. Escorra bem. Espalhe azeite e em uma assadeira e coloque as batatas. Um fio de azeite por cima e um pouco de sal grosso e temperos que você goste, tipo pimenta do reino ou orégano. Leve ao forno pré aquecido por aproximadamente 1 hora virando na metade do tempo.

Cebola caramelada: Corte rodelas de cebola e refogue no azeite quente. Acrescente um pouco de molho shoyu e uma colher pequena de açúcar. Fica uma delícia no hambuguer caso vá comer com pão.

Tomates temperadinhos: Tomate, azeite, sal, orégano ou seus temperos preferidos.

O hamburguer já moldado pode ser congelado em aberto e depois guardados em saquinhos de congelamento. Uma boa opção para um lanche rápido. 

Beijo e até a próxima,
Bebel

Compartilhando afeto: do meu Natal para o seu

por em Dona da Cozinha

*Esse post é um presente da Bebel, para a sessão Dona da Cozinha

Já contei aqui algumas coisas da minha vinda para a Inglaterra. Definitivamente, não é uma tarefa fácil se adaptar a uma cultura, um modo de vida e a um clima totalmente diferente ao que esta acostumado, principalmente com duas crianças a tiracolo. Passado o primeiro mês, estamos conseguindo vencer a barreira do idioma e levar uma vida quase normal, se… Se não fosse Natal!
Aqui, é possível entender o por que o Papai Noel usa aquelas roupas e desce por chaminés. Por mais que se encontre coisas lindas prontas e super práticas para comprar, as pessoas colocam a mão na massa, embrulham seus presentes e aproveitam esta época do ano para preparar bolos, biscoitos e tortinhas que espalham aroma por toda a vizinhança. Cozinhar para presentear amigos, vizinhos e parentes no Natal aqui é uma tradição, deliciosa, diga-se de passagem. 
Outra tradição desta época são os mercados alemães com mimos artesanais e guloseimas para se deliciar ou presentear. Comparado ao de outras cidades inglesas, o mercado alemão aqui de Southampton é bem simples, mas não deixa de ser um charme. 
A Catedral de Winchester e a feirinha alemã que acontece no pátio da catedral
Aproveitamos o último final de semana e fomos conhecer o famoso mercado alemão de Winchester, capital do condado de Hampshire. A cidade, que um dia já foi a capital inglesa, tem pouco mais de 40 mil habitantes e é simplesmente encantadora, com suas ruas estreitas e cheias de charme. Antes de chegarmos a catedral, passamos por outra feirinha de rua, com músicos tocando e muita coisa bacana. No pátio da bela e imponente Catedral de Winchester, as quase 200 barracas tem muito artesanato, presentes e comida típica. A catedral é tão grande que além da feira de Natal, o pátio também abriga, nesta época do ano, uma pista de patinação no gelo.
É nesse clima que vem a nossa receitinha de hoje para o Dona das Coisinhas. Natal combina com carinho, afeto, especiarias, mel. Que tal aproveitar a data e fazer deliciosos Cupcakes Pão de Mel para presentear pessoas queridas ou até mesmo enfeitar a mesa na Ceia ou no Almoço de Natal?

Cupcakes Pão de Mel


* A receita que escolhi para compartilhar aqui hoje, é originalmente usada para fazer pão de mel. Se não quiser fazer os cupcakes, pode assar a massa em um tabuleiro retangular grande, cortar, rechear e cobrir com chocolate meio amargo devidamente temperado.

Ingredientes
Para o Cupcake:
Receita adaptada daqui 
  • 400 g de açúcar mascavo
  • 2 xíc. (chá) de água
  • 4 1/2 xíc. (chá) de farinha de trigo
  • 1 1/2 col. (sopa) de cacau em pó
  • 1/2 col. (chá) de cravo em pó
  • 1/2 col.(chá) de canela em pó
  • 1/2 col. (chá) de gengibre em pó
  • 1 pitada generosa de noz moscada ralada
  • 1 xíc. (chá) de leite
  • 1 xíc. (chá) de mel
  • 4 ovos (claras em neve e gemas separadas)
  • 1 col. (sopa) de bicarbonato de sódio
Recheio:
  • 800 g de doce de leite
  • Creme de leite a gosto
** Como aqui na Inglaterra não é comum encontrar doce de leite nos supermercados, na véspera de fazer os cupcakes cozinhei duas latas de leite condensado fechadas e cobertas de água na panela de pressão por meia hora (uma de cada vez), depois que começa a chiar. No dia seguinte, misturei com um pouquinho de creme de leite para não ficar doce demais e usei para rechear.
Cobertura:
  • 240 g de chocolate meio amargo (usei 53%) bem picadinho
  • 1 xícara de creme de leite fresco
Preparo:
É bom começar esta receita pelo preparo da cobertura porque ela precisa de um tempo para chegar no ponto certo. A ganache é uma mistura de creme de leite e chocolate e sua consistência depende da proporção entre esses ingredientes. 
Leve o chocolate ao microondas em potência média por um minuto. Retire e mexa bem. Se necessário, volte o microondas para a potência média e leve o chocolate para completar o derretimento. 
Leve o creme de leite ao fogo brando até que comece a levantar fervura. Assim que começar a formar bolhinhas na borda da panela retire do fogo. Despeje o creme de leite quente sobre o chocolate derretido e aguarde 5 minutinhos. Misture delicadamente os dois. Cubra com plástico fime colado na ganache e deixe esfriar completamente (cerca de 4 horas).
Se na hora de utilizar a cobertura estiver muito mole, pode acrescentar um pouco mais de chocolate. Se estiver muito firme, um pouco mais de creme de leite.
Leve ao fogo brando a água e o açúcar até obter uma calda (cerca de 20 minutos) mexendo de vez em quando (se fizer metade da receita, reduza o tempo pela metade). Retire do fogo e deixe esfriar.
Cupcake
A prova de que as crianças não resistem
Pré aqueça o forno em 180 graus e coloque as forminhas de papel na assadeira para cupcakes. (Se não tiver a específica, vale improvisar com formas de empada mais fundinhas). 
Em uma tigela, peneire a farinha, o cacau, a canela, o gengibre, o cravo e a noz moscada. Aos poucos adicione a calda de açúcar já fria, alternando com o leite e o mel até obter uma mistura homogênea. 
Depois acrescente as gemas e misture bem. Incorpore delicadamente as claras em neve e, por último adicione o bicarbonato de sódio. 
Leve ao forno por aproximadamente 20 minutos, ou até que ao enfiar um palito no centro do bolo, o mesmo saia sequinho.
Retire do forno e deixe-os esfriando sobre uma grade. (Aqui em casa, nem sempre as crianças esperam o recheio e a cobertura. Comem o bolinho puro).
Para rechear, você pode usar o doce de leite puro, ou acrescentar um pouco de creme de leite para que não fique doce demais. Assim que esfriarem, com o auxílio de uma faca, retire o miolinho dos cupcakes e aplique o recheio de doce de leite. 
Aplicando a cobertura: Coloque a ganache em um saco de confeitar e aplique fazendo a voltinha sobre o cupcake. Se preferir, coloque uma porção generosa de cobertura sobre os bolinhos e ajeite com as costas de uma colher de sobremesa. Fiz dos dois jeitos, para dar uma ideia de como fica. 
Se sobrar ganache, ela pode ser congelada bem embrulhadinha em plástico filme por até 3 meses. Para descongelar, é só retirar do freezer e deixar em temperatura ambiente.
Finalize com confeitos a sua escolha. Eu não resisiti a esses bonequinhos de gengibre feitos de açúcar que encontrei por aqui. 
A receita inteira rende aproximadamente 32 cupcakes. Dá certinho fazer a metade da receita.
Feliz Natal!!!
Bebel
————————————————————————————————————————————-


A Bebel é quem tem tomado conta da nossa cozinha, diretamente do Reino Unido. Aqui, além de receitas deliciosas, ela compartilha também as suas aventuras na Terra da Rainha.

Direto da Inglaterra: Receita de Brownie

por em Dona da Cozinha

*Esse post é um presente da Bebel, para a sessão Dona da Cozinha

E foi dada a largada! Já estamos em terras britânicas para um ano de muitas aventuras nos territórios de dona Beth! E que aventuras… para começar, acostumar com uma casa que não é a sua, mas é como se fosse, afinal vou passar um ano morando nela. É esquisita essa sensação de não pertencer a um lugar.
Alugamos uma casinha tipicamente inglesa, em um bairro grande ao lado do centro da cidade(em Southampton). Além dos ingleses, asiáticos e poloneses também moram nessa região. A casa fica a um quarteirão da avenida principal, que tem muito comércio e uma lojinha de 99 pences que já se tornou a favorita dos meninos, depois da Toys R’us do West Quay (região central da cidade onde ficava o antigo porto de Southampton, hoje transformado em um enorme shopping, com lojas gigantescas).
Já tem quase um mês que estamos aqui e eu estou criando uma nova rotina com os meninos, enquanto o marido estuda (muito) na universidade. 
E por aqui a vida caminha lentamente entre um dia de chuva, uma tarde de sol e agora o frio!
Aqui ainda estou me adaptando ao tamanho da cozinha da casa e aos poucos tenho me arriscado nas coisas que costumava fazer no Brasil. Hoje escolhi para dividir com vocês mais uma receita deste livro, que é deliciosa.

O Brownie foi um dos produtos que mais fizeram sucesso desde que começamos com as encomendas da Bem Bolado. Seja puro, acompanhado por uma caldinha simples de chocolate, de uma bola de sorvete ou mesmo de um brigadeiro cremoso, esta receita da Martha Stewart é perfeita. Simples de fazer e bem versátil. 
Ingredientes

85 g de manteiga sem sal, mais o necessário para untar a forma.
200 g de chocolate meio amargo picado
1/4 de xic. (chá) de cacau em pó 
3/4 de xic. (chá) de farinha de trigo
1/4 col (chá) fermento em pó
1/4 col. (chá) de sal
1 xic. (chá) de açúcar
2 ovos
2 col. (chá) de extrato de baunilha
Modo de Preparo
Pré- aqueça o forno a 180 graus. Unte com um pouco de manteiga uma forma quadrada de tamanho 20×20 cm. Coloque sobre ela um pedaço de papel manteiga deixando 4 cm em pelo menos dois lados. Unte levemente o papel manteiga. 
Coloque a manteiga, o cacau e o chocolate em um refratário e leve ao microondas por 2 minutos em potência média (a Martha manda derreter em banho maria, mas sempre faço desse jeitinho no microondas e dá certinho). Se necessário acrescente mais 30 segundos, sempre em potência média.
Peneire em um bowl a farinha, o fermento e o sal. Na batedeira, bata bem os ovos, o açúcar e a baunilha por cerca de 4 minutos, até obter uma mistura esbranquiçada. Adicione a mistura de chocolate e misture bem. Acrescente os secos e misture bem até obter uma massa homogênea. Despeje a massa sobre a forma e leve ao forno previamente aquecido.
Asse por aproximadamente 35 minutos, ou até que ao enfiar um palito no centro da massa ele saia com gruminhos. Retire do forno e deixe esfriar sobre uma grade. Dura ate três dias fora da geladeira em recipiente hermético.
Não deixe de testar esta receita, vale muito a pena. Pode acrescentar nozes, castanhas, frutas secas, fica muito bom também. Com uma bola de sorvete de creme…. hmmmm
Essas fotos são do aniversário da Izabella, amiga da Zizi. O Brownie completou a decoração simples e colorida feita por nossa Dona das Coisinhas.
Beijos e até a próxima,
Bebel

Cookies de Aveia e Passas e uma aventura na terra da Rainha

por em Dona da Cozinha
Esse post foi escrito pela Bebel, minha irmã e atualmente quem toma conta da cozinha do blog. Bem que ela podia aparecer por aqui mais vezes, né? No post de hoje, além de uma receita deliciosa, ela também tem muita história pra contar e eu aposto que vocês irão gostar! Agora é com a Bebel!
Hoje eu vou pedir licença para a Zilah e para vocês leitores do Dona das Coisinhas para contar um pouquinho das mudanças que estão acontecendo na minha vida.

Desde que comecei a escrever para o blog , logo após ter largado minha iniciante carreira de jornalista, eu não fazia ideia do que aconteceria e de como a mudança de rotina impactaria a minha vida e da minha família. Eu tinha uma vaga ideia do que era trabalhar com cozinha, mas sabia que esse era o meu caminho. Desde sempre, meu marido foi meu principal incentivador a me dedicar à cozinha e aos estudos de gastronomia. Ele também foi o primeiro investidor no projeto da Bem Bolado e sempre dividiu de igual para igual comigo a criação dos nossos filhos.
 .


Eis que com o projeto da Bem Bolado, pude estar mais presente e participar mais da vida da minha família e com isso, o Renato, meu digníssimo marido também conseguiu tempo e tranquilidade para repensar a carreira dele. Fez uma pós graduação em eletrônica,  área que sempre quis (ele é engenheiro eletricista, mas sempre trabalhou com construção civil) e da pós resolveu investir em um Mestrado. Na nova área dele, havia duas opções, continuar os estudos no Vale do Silício, na Califórnia, ou na Inglaterra. Optamos pela Inglaterra e ele se candidatou em 6 programas de pós graduação. Para nossa surpresa e felicidade, foi aceito em todos. 

Semana passada ele embarcou e no próximo mês eu viajo com as crianças, a cara e a coragem para uma temporada de muito estudo por lá. Vou aperfeiçoar meu inglês e com certeza, farei muitos cursos de confeitaria. Pretendo continuar postando aqui na Cozinha do Blog e compartilhando com vocês um pouco da experiência e das minhas aventuras na cozinha por lá! 

Bom, então vamos ao que interessa! Este cookie fica bem crocante e ao mesmo tempo desmancha na boca e até quem não é muito fã de passas vai amar! As passas podem ser substituídas por 160 g de chocolate em pedaços, mas, ó, pode fazer que eu garanto!  


A receita:

Cookies de Aveia e Passas

(receita adaptada deste livro aqui)

3 xíc. (chá) de aveia em flocos
1 xíc. (chá) mais 2 col. (sopa) de farinha de trigo

1/2 xíc. farinha integral fina peneirada
1 col. (chá) de bicarbonato de sódio
1 col. (chá) de fermento em pó
1/2 col. (chá) de canela em pó
1/2 col. (chá) sal
1 xíc. (chá) de manteiga em temperatura ambiente 
3/4 xíc. (chá) de açúcar refinado
3/4 xíc. (chá) de açúcar mascavo (bem compactado na xícara)

2 ovos grandes
1 col. (chá) de extrato de baunilha
1 1/2 xíc. passas


Pré aqueça o forno a 200 graus. Misture a farinha de trigo, a aveia, a canela, o sal, o fermento e o o bicarbonato em uma tigela.Na batedeira, bata a manteiga com o açúcar mascavo e o refinado até obter um creme claro e fofo.Adicione os ovos um a um, batendo bem após cada adição.Acrescente a baunilha. Misture aos ingredientes secos e incorpore as passas. (esta parte eu faço fora da batedeira, à mão mesmo). 
Para moldar os cookies você pode usar uma colher pequena de sorvete, ou então duas colheres de sobremesa para fazer bolinhas da massa e colocar sobre um tabuleiro grande forrado com papel manteiga. É necessário deixar pelo menos 3 cm de espaço entre as bolinhas de massa. Leve a forno por aproximadamente 14 minutos ou até que comecem a dourar, mudando a assadeira de posição de vez em quando.   
Retire do forno e deixe descansar por 5 minutos, então transfira-os para uma gradinha para que esfriem por completo. Podem ser guardados em potes herméticos por até 3 dias.

* A receita original também leva 1/2 xíc. (chá) de gérmen de trigo tostado. Não tinha, então usei a farinha integral fina peneirada.
** A receita original pede 1 xíc, chá de cada tipo de aúcar. Já fiz seguindo a receita e achei que ficou excessivamente doce. então reduzi para 3/4 de cada. 
***Fiz metade da receita e deu certinho.